Professora de ballet Rosa Macedo afirma que o mercado imobiliário “continua em alta” por causa do crescimento do turismo

 Rosa Macedo, professora de ballet, instrutora de Pilates, preparadora física e artística das alunas da Associação de Patinagem de Ponta Delgada, consultora imobiliária, dona de casa e mãe de duas meninas. É preciso ser dinâmica e muito organizada para conseguir conciliar todas estas responsabilidades, sobretudo quando se tem sucesso em todas elas, resultado de uma entrega permanente.
Aceitou dar a entrevista ao ‘Correio dos Açores’ e algumas respostas que deu são política e socialmente incorrectas, prova do seu espírito determinado, sério e irreverente. Fala e escreve sem rodeios. No seu vocabulário não existem palavras como ‘talvez’ e outras que tornam as respostas redondas. Rosa Macedo é assim: Ou se gosta dela ou não se gosta. A jovem não deixa espaço para zonas cinzentas. E é a este perfil de rectidão a que se associam crianças, jovens e menos jovens no ballet, no Pilates e na arte da patinagem sobre rodas. E é nesta dimensão que ganha credibilidade as funções que desempenha de consultora imobiliária.
Na entrevista concedida ao nosso jornal afirma que a política é uma “incógnita” e os políticos são “cata-ventos”. Refere que as famílias de hoje, na sua maioria, são “reconstruídas”.  Em cada resposta que dá, Rosa Macedo envia mensagens. Salienta que a actividade de ballet “é muito procurada, principalmente, por meninas com o sonho de vestirem um “tutu”, fazerem pontas e virem a ser bailarinas”. Sublinha que Pilates “é um novo modo de vida” e “nunca” uma actividade desportiva. 


Descreva os dados que a identificam perante os leitores!
Rosa Macedo, professora de ballet, instrutora de pilates, consultora imobiliária e mãe galinha de duas meninas.

Fale-nos do seu percurso de vida.
Iniciei os meus estudos no Colégio São Francisco Xavier. Segui para a Escola Secundária Domingos Rebelo. Fui rumo a Londres tirar a minha licenciatura em dança na RoyalAcademyof Dance e Diploma de instrutora de pilates no PilatesIstitute.
 
Quais as suas responsabilidades actuais?
Para além de todas a nível profissional, sou mãe de duas lindas meninas.

Como descreve a família de hoje?
Na sua maioria, uma família recons-
truída.

O que tem levado ao desaparecimento da família tradicional?
A falta de respeito entre marido e mulher, a falta de tempo para os casais namorarem, as redes sociais, sem dúvida.

Que importância têm os amigos?
Há que diferenciar amigos de conhecidos. Considero que os meus amigos são como âncoras na minha vida, são poucos mas têm se vindo a revelar mais do que julgava.

Que actividades desenvolve hoje?
Sou mãe, professora de ballet, instrutora de pilates, consultora imobiliária, dou aulas de preparação física e artística a patinadoras e, dona de casa.

Que sonhos alimentou em criança?  
Ser bailarina, casar, ser mãe, ser feliz.

O que mais a incomoda nos outros? E o que mais admira?
A falsidade e a soberba. A humildade.

Que características mais admira no sexo oposto?
Respeito, sinceridade, amizade, lealdade entre outras.

Gosta de ler?
Com alguma pena minha, não.

Como se relaciona com o manancial de informação que inunda as redes sociais?
Com certo receio, principalmente, por ter duas filhas.

Conseguia viver hoje sem telemóvel e internet? 
Dificilmente.

Costuma ler jornais?
Sim.

Gosta de viajar? Que viagem mais gostou de fazer?
Muito. Um cruzeiro às Caraíbas com os meus pais e irmão.

Quais são os seus gostos gastronómicos? E qual é o seu prato preferido?
Comida vegetariana embora não o seja. Lasanha vegetariana.

Que noticia gostaria de encontrar amanhã no jornal?
A paz no mundo.

Como vê o fenómeno da pobreza nos Açores?  
É triste mas, mais triste é quando se percebe que grande parte da mesma vem da pobreza de espírito.

O que mais a inspira?
Tudo o que é genuíno.

Em que época histórica gostaria de ter vivido? Porquê?
Na Pré-história. Porque era tudo natural.

O que pensa da política e dos políticos?
A política é uma incógnita. Os políticos são uns cata-ventos.

Se desempenhasse um cargo governativo que medidas tomaria?
Impossível tomar medidas porque não aceitaria desempenhar qualquer cargo governamental.

O que a levou ao ballet? Porquê o nome Stressless para o seu espaço?
A beleza e a magia que a arte transmite. 
O nome Stressless surgiu pelo facto de não pretender que as/os alunas/os tanto de ballet como de pilates frequentassem o espaço pela razão de “ter de ser”, porque é o dia de ter ballet ou pilates, mas sim por vontade própria e numa onda de bem-estar, no ir e no sair. O objectivo é que quem frequenta o espaço, entre e saia com um sorriso na cara e no corpo.

O que sente quando se exprime através da dança?
É algo tão complexo que não há forma de explicar.
 
O que procuram as crianças e jovens que optam pelo ballet?
A actividade de ballet é muito procurada, principalmente, por meninas com o sonho de vestirem um tutu, fazerem pontas e virem a ser bailarinas.

Como se deve encarar o Pilates?
Pilates deve ser encarado como um novo modo de vida melhorando a qualidade da mesma. Nunca como uma actividade desportiva.

Qual o desenvolvimento da patinagem artística em São Miguel?
Dou aulas de preparação física e artística às patinadoras da Escola de Patinagem de Ponta Delgada. Não estou muito dentro do ramo visto ter começado nesta área em Janeiro. Mas, pelo que vejo e oiço, a patinagem está a crescer a um bom ritmo e com cada vez mais exigência a nível técnico e artístico.

Em sua opinião, como está a evoluir o mercado da imobiliária em São Miguel?
Na minha opinião, o mercado imobiliário cresceu nos últimos anos, muito devido ao crescimento do turismo. Neste momento, continua em alta. Veremos como será nos próximos anos.
                                               João Paz

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima