“Violência no namoro” está em debate no Parlamento dos Jovens até hoje

O flagelo da Violência Doméstica e no Namoro é o tema em debate nas Sessões Regionais do Parlamento dos Jovens, que estão a decorrer  desde ontem e  prosseguem hoje na sede da Assembleia Legislativa Regional dos Açores.
Cerca de centena e meia de jovens estudantes do ensino básico e do ensino secundário de todas as ilhas do arquipélago, marcam presença no Parlamento Açoriano para a Sessão Regional do Programa Parlamento dos Jovens, que comemora este ano a sua 25.ª edição.
A Sessão Regional é o resultado do trabalho desenvolvido nas escolas nos últimos meses e que culminou com a eleição dos seus representantes para, por um dia, assumirem as funções de deputado no Parlamento Açoriano e, posteriormente, na Assembleia da República.
O tema central da 25.ª edição do Parlamento dos Jovens versa sobre a Violência Doméstica e no Namoro dividido em dois subtemas: “Da sensibilização à ação!” para os alunos do ensino básico e “Como garantir o respeito e a igualdade?”  para os jovens do ensino secundário.
Durante as sessões os jovens são confrontados com o processo parlamentar e com todas as regras inerentes ao debate democrático. No decorrer dos trabalhos, os alunos deputados aprovam entre eles os Projetos de Recomendação para submeter à Sessão Nacional e elegem os deputados que os vão representar na Assembleia da República.
Esta edição conta com a participação de 65 alunos do ensino básico e 92 jovens do ensino secundário, números que englobam 9 alunos jornalistas candidatos ao prémio Reportagem Parlamento dos Jovens – Açores, sendo 4 do ensino básico e 5 do ensino secundário.
Durante o debate, o Director Regional da Educação desafiou ontem, na Horta, os jovens açorianos a envolverem-se “activamente” na procura de “melhores soluções” para os problemas com que a sociedade se debate.
Rodrigo Reis salientou que, entre esses problemas, está a violência doméstica e no namoro, tema central desta sessão.
 “A violência doméstica e no namoro é transversal a toda a sociedade portuguesa e açoriana, devendo, por isso, merecer a atenção de todos nós no combate a este flagelo”, frisou.
Nesse sentido, afirmou que “todo o trabalho e esforço” na busca de medidas que permitam alcançar este objetivo “constitui parte essencial da educação para o respeito pelos direitos e pelas liberdades individuais, na perspetiva da construção de uma cidadania para todos”.
Nesta sessão do Parlamento dos Jovens, que contou também com a presença do Diretor Regional da Juventude, Lúcio Rodrigues, o Diretor Regional da Educação realçou a “importância” desta atividade da Assembleia da República que, nos Açores, conta com a parceria da Assembleia Legislativa e do Governo Regional.
Para Rodrigo Reis, o Parlamento dos Jovens “é, sem dúvida, uma das atividades que mais contribui para formar os jovens no espírito da Democracia e na consciência plena dos seus direitos e deveres enquanto futuros cidadãos participativos dos destinos do seu país”. Ontem, pelas 20h30, decorreu o concurso Euroescola, subordinado ao tema Valores Europeus: também são os teus!, que conta com a participação de 14 alunos, de 7 escolas dos Açores.
O Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República, em parceria com a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e o Governo Regional dos Açores, que visa estimular o gosto dos jovens estudantes pela participação cívica e política.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima