Graça Silveira questiona Governo sobre transporte marítimo de passageiros e horários da operação de Verão

A Deputada Independente no Parlamento Açoriano, Graça Silveira, questionou, segundo adianta em comunicado, o Governo Regional sobre a operação de transporte marítimo de passageiros e viaturas interilhas no período de verão, no sentido de averiguar se as ligações à ilha das Flores estão asseguradas (dada a destruição do porto) e quando serão divulgados os horários da operação.
Num requerimento entregue na Assembleia Legislativa da Região, Graça Silveira lembra a destruição provocada pelo Furacão Lourenzo na infraestrutura do porto comercial da ilha das Flores, bem como o facto ainda não terem sido anunciados os horários da operação da designada “Linha Amarela”.
“Considerando as limitações impostas à operacionalidade registada na bacia interior do porto das Lajes das Flores”, a parlamentar independente questiona o executivo socialista sobre se “os navios contratados pelo Governo Regional, através da Atlânticoline, para assegurar a operação sazonal de transporte marítimo de passageiros e viaturas interilhas, no verão de 2020, podem operar no porto comercial da ilha das Flores, no cais mais pequeno, o Cais-5?”.
Graça Silveira questiona “quais as viagens que estão programadas realizar-se à ilha das Flores, no âmbito da “Linha Amarela”?” e, caso não seja possível realizar estas viagens por causa dos constrangimentos operacionais, “quais são as alternativas que a Região, através da Atlânticoline, prever implementar para que os florentinos e corvinos que queiram usufruir deste serviço de transporte marítimo de passageiros e viaturas não sejam penalizados?”. A Deputada, colocando a hipótese de ser impossível realizar as ligações marítimas da operação sazonal da Atlânticoline para a ilha das Flores, quer ainda saber se “está o Governo Regional disponível para compensar esta limitação com um reforço significativo das ligações aéreas, nomeadamente nos momentos festivos?”.   
Por outro lado, Graça Silveira, na mesma nota, lembra que “a operação de transporte marítimo de passageiros e viaturas interilhas para o verão de 2020 deveria ser apresentada no final desta semana, caso a Bolsa de Turismo de Lisboa não tivesse sido adiada devido ao covid-19”, pelo que questiona também a Secretaria Regional dos Transportes sobre para “quando prevê que sejam tornados públicos os horários da operação sazonal de transporte marítimo de passageiros e viaturas interilhas, uma vez que a BTL 2020 foi adiada para o final de maio?”.
Das considerações tecidas no texto enviado ao Parlamento, citada na nota enviada às redacções, a Deputada Independente frisa que “a empresa pública responsável – a Atlânticoline – já deve ter firmado os contratos de aluguer de navios para a realização da operação sazonal de verão” e que, para além de ser urgente a divulgação dos horários, “importa assegurar, que apesar das limitações impostas à navegação no porto das Lajes das Flores, a realização das viagens da designada ‘Linha Amarela’ se realizem”.

 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima