Tripulante do ‘Chicago Express’ com lesão ocular está a ser tratado em clínica de P. Delgada

  A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada em articulação com o Centro de Orientação de Doentes Urgentes Mar, coordenou, desde as 13h45 do dia 7 de Abril, uma operação de evacuação médica de um tripulante, de 30 anos e de nacionalidade filipina, que teria um objecto estranho no olho e se encontrava a bordo do navio porta-contentores “Chicago Express”, de bandeira Alemã, a navegar a cerca de 375 milhas náuticas (600 quilómetros) a sudoeste da Ilha de São Miguel.
Para proceder ao resgate, o navio porta-contentores foi divergido para o Sul da ilha de São Miguel, até à zona do ancoradouro comercial, onde uma lancha da Capitania do Porto de Ponta Delgada transportou o paciente para a marina. 
O paciente era aguardado na marina por uma viatura da agência de navegação ‘CMJ RIEFF’, tendo sido posteriormente transportado para uma clínica.
Estiveram envolvidos nesta operação uma lancha da Capitania do Porto de Ponta Delgada e uma viatura da agência de navegação CMJ RIEFF.
O ‘CHICAGO EXPRESS’ é um navio construído em 2006. Tem 336,19 metros de comprimento e 42,9 metros de largura e uma capacidade para 8.235 contentores.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima