Secretária dos Transportes e Obras Públicas visitou a ‘Ilha Verde’

Fátima Rego propõe o reforço da capacidade para a realização de mais exames de condução durante o Verão

  “Apelamos para que este Verão exista um plano de não redução de vagas de exame de condução, recorrendo a recursos humanos, que até podem ser de fora da ilha”, apelo lançado ontem por Fátima Rego, responsável pela escola de condução ‘Ilha Verde’ à Secretária dos Transportes, Ana Cunha, para fazer face à interrupção provocada pelo confinamento motivado pela pandemia da Covid 19.

A responsável pela Escola de Condução Ilha Verde, Fátima Rego, manifestou ontem a sua preocupação à Secretária regional dos Transportes e Obras Públicas, Ana Cunha, sobre o grande atraso que a pandemia da Covid-19 veio provocar nos exames de condução, sobretudo na ilha de São Miguel, apelando à governante no sentido de se desenvolverem esforços para que, nos meses de Julho e Agosto (grande período de férias dos funcionários públicos), não exista a redução habitual do número de exames.
“A maior parte dos clientes das escolas, (mais de 80%), são estudantes e é nesta altura que eles estão cá para tirarem a carta. Às vezes perdemos esse tipo de cliente porque eles, com as reduções do número de exames no Verão, não têm tempo de tirar a carta (…). Nós sensibilizamos a senhora Secretaria e o senhor Diretor Regional, apelando para que este Verão eles tenham um plano de não redução de vagas de exame, recorrendo a recursos humanos, que até podem ser de fora da ilha”, solicitou Fátima Rego.
Depois de dois meses em que esteve com a sua atividade totalmente parada, a Escola de Condução Ilha Verde, uma das 20 existentes na ilha de São Miguel, começa agora a regressar à normalidade. Fátima Rego revelou que a empresa está a retomar a actividade de forma “gradual e cautelosa com todas as medidas de proteção e higiene sanitárias recomendadas e exigidas. Nós até queremos ir um pouco mais longe, ou seja, temos aqui algumas medidas que vão além daquelas que são exigidas, porque o que nós pretendemos é conseguir a confiança dos candidatos a condutores”.
A responsável pela Escola de Condução Ilha Verde relevou, após a visita da governante às instalações da escola, que o impacto da pandemia da Covid 19 no sector, todo ele constituído por microempresas, foi “avassalador”, tendo sido necessário o recurso aos apoios governamentais. 
Apesar das dificuldades que se viveram nos últimos tempos, as aulas presenciais já regressaram à Escola de Condução Ilha Verde, cumprindo-se à risca todas as recomendações das autoridades de saúde, tais como o uso obrigatório de máscara, a desinfeção das salas e das viaturas utilizadas para as aulas de condução. Fátima Rego fez mesmo questão de sublinhar que a empresa está a ir para além do que é exigido pela autoridade de saúde regional para que os alunos regressem confiantes e que novos alunos surjam nos próximos dias.
“Estamos a recuperar gradualmente os alunos que já estavam na escola e julgo que eles vão sentindo essa confiança”, destaca Fátima Rego. 

                                                   Luís Lobão

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima