Santiago – Vale Formoso no Campo João Gualberto Borges Arruda, na Lagoa

Apuramento ao Campeonato de Futebol dos Açores no dia 11 de Julho

Já foi marcado o jogo de apuramento ao Campeonato de Futebol dos Açores, envolvendo o Santiago ao Vale Formoso, as equipas que se encontravam empatadas pontualmente no topo de classificação do Campeonato de futebol de São Miguel, aquando da interrupção da competição por causa da Pandemia do Covid-19.
A partida irá disputar-se no Campo João Gualberto Borges Arruda, na Lagoa, num Sábado, dia 11 de Julho, em princípio, ao final do dia.
Curiosamente, o campeonato foi interrompido após a conclusão da 11.ª jornada, no fim-de-semana de 7 e 8 de Março.
A promoção do Rabo de Peixe ao Campeonato de Portugal deixou uma vaga em aberto no Campeonato de Futebol dos Açores, cabendo à Associação de Futebol de Ponta Delgada encontrar o substituto ao declarado campeão dos Açores, conforme deliberaram as associações de futebol dos Açores.
O final não terá público a assistir, mas serão tomadas as medidas de proteção de acordo com o emanado pelas entidades governamentais regionais.
O jogo será assim disputado em campo neutro. Se as equipas terminarem empatadas, haverá um prolongamento de 30 minutos, dividido em duas partes de quinze minutos cada, sem intervalo, com troca de campo. Caso o empate subsistir, apurar-se-á o vencedor por marcação de pontapés da marca de grande penalidade.

Vozes discordantes

O assunto está longe de gerar consenso e daquilo que temos conhecimento, por exemplo, o Vasco da Gama solicitava que fossem realizadas as sete jornadas em falta, após a Autoridade de Saúde Regional ter dado um sinal positivo para o regresso aos jogos, reiterando a necessidade de serem cumpridas as devidas precauções. 
Uma voz discordante na realização deste jogo é Paulo Melo, Presidente da Junta de Freguesia da Vila de Água de Pau. “Em representação de todos os amantes do desporto em questão, sinto um enorme desconforto perante a grande injustiça que é a decisão tomada por parte da Associação de Futebol de Ponta Delgada”.
“É certo que o Santiago Futebol Clube está com o mesmo número de pontos do que o Vale Formoso, mas se o campeonato acabasse seria o Santigo Futebol Clube que acabaria em 1.º lugar. E vêm agora com uma finalíssima para saber quem fica em 1.º lugar? Onde mora a justiça nesta decisão”, interroga Paulo Melo, para questionar “qual será a equipa que sai beneficiada no meio de tanta injustiça?”.
Mais diz que “não é saudável quando se tomam decisões deste género, prejudicando não só uma equipa, como também aquilo que deveria ser o verdadeiro sentido do desporto”.
A terminar acrescenta: “O Presidente do Vale Formoso afirma «ser uma decisão mais justa...», mas não dá para perceber este ponto de vista... Uma decisão mais justa para que equipa? Para o Santiago? Ou será para o próprio Vale Formoso?
É triste e difícil de acreditar, que vai haver uma finalíssima e é inadmissível. Pode até haver muitas palavras para descrever tamanha atitude, mas por favor não utilizem a frase «ser uma decisão mais justa...», porque de justo não tem nada”.

Sandro Ferreira reforça: 
“A finalíssima é a forma mais justa”

O plantel do Vale Formoso nunca deixou de treinar individualmente, conforme assegurou ontem o Presidente da Direcção, Sandro Ferreira. Nem de propósito, esta quarta-feira, a equipa retoma os treinos conjuntos. “A equipa continuou a seguir o plano de treinos da equipa técnica, até porque não sabíamos o que é que isto dar. Treinos em conjunto, começamos amanhã (hoje)”.
Entretanto, Sandro Ferreira continua a considerar que a realização de uma finalíssima é a forma mais justa para o desempate, porque os regulamentos só se aplicam quando a prova chega ao fim, que não foi o caso.
“Dentro das hipóteses que a Associação de Futebol de Ponta Delgada tinha e dos argumentos dos pareceres que recebeu, a melhor forma de desempate seria a realização desse jogo, até porque o regulamento só se aplica quando a prova termina. Como não terminou, estando os dois clubes com os mesmos pontos, também não são considerados os confrontos directos e muito menos a diferença de golos marcados”.

Print

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima