Treinador Ricardo Botelho

União Sportiva quer continuar a lutar por títulos na próxima época

A época foi cancelada devido à pandemia. Pensa que a decisão foi precipitada? A época poderia ter sido terminada agora nestes meses?
Penso que a decisão da Federação Portuguesa de Basquetebol foi a mais acertada, não foi precipitada. A suspensão e depois a decisão de não concluir o Campeonato da Liga Feminina foi uma decisão conjunta de várias Federações. Seria impossível retomar a competição nestes meses por várias razões, desde logo porque as jogadoras estrangeiras de todas as equipas regressaram aos seus países e relembro que ainda não estão autorizados a realização de jogos de basquetebol.

Como é que as jogadoras encararam a decisão de parar o campeonato numa fase em que iriam discutir o título de campeão?
É lógico que foi uma grande frustração para todos a equipa acabar assim a época. A nossa equipa tinha como principal objectivo conquistar o título de campeão nacional e, devido à situação, não foi possível lutar por esse objectivo. 

Falando um pouco do futuro, a próxima época já está a ser preparada. O União Sportiva já tem reforços?
Desde que a Federação comunicou que a época 2019/2020 tinha terminado começamos logo a prepara a nova época, fazendo um scouting e escolhendo as jogadoras que se enquadram na filosofia que vamos querer implantar na próxima época. Para a nova época o plantel, será constituído por 8 jogadoras dos Açores, 4 estrangeiras e 3 jogadoras continentais. Já estão confirmadas algumas jogadoras, a internacional portuguesa Raquel Lameiro, a internacional moçambicana Vânia Sengo e Mafalda Botelho são jogadoras que transitaram da época anterior. A internacional portuguesa Ana Ramos que jogava na época passada nos Estados Unidos da América na equipa de San Diego e a internacional portuguesa Emília Ferreira que na época passada jogou em Espanha na equipa Real Caneo. Em relação às restantes jogadoras que irão fazer parte do plantel, não posso anunciar ainda os nomes, mas posso dizer que está praticamente tudo acertado e que em breve serão apresentadas. 

As principais jogadoras desta época que terminou vão continuar?
Irão transitar da equipa da última temporadas 6 jogadoras e as restantes serão jogadoras que representarão o União Sportiva pela primeira vez.

O Clube União Sportiva tem vencido alguns títulos importantes nas últimas épocas (Campeonatos e Taças de Portugal). A ambição para a próxima época mantêm-se?
Os objectivos para a próxima época serão iguais aos das épocas anteriores, ou seja, ter uma equipa muito competitiva, que pratique um basquetebol de qualidade e que possibilite ao União Sportiva estar presente nas decisões de todas as provas da época 2020/2021. Penso que vamos ter uma equipa muito equilibrada, com jogadoras com muita qualidade e que vão poder oferecer durante a época bons espectáculos de basquetebol e discutir todos os jogos.

Já existe data para o início da próxima época? Quando começarão os treinos?
Apesar de oficialmente a Federação Portuguesa de Basquetebol não ter anunciado a calendarização da época desportiva 2020/2021, temos mantido contacto com o diretor técnica da Federação que nos informou que o início deverá ser sensivelmente o mesmo que as épocas anteriores. O inicio dos trabalhos do União Sportiva para a próxima época estão previstos começar em Agosto.

O Ricardo Botelho está também aos escalões de formação. Estão a treinar mesmo sem existir competição? Como se motiva as jogadoras?
O Clube União Sportiva nunca parou de treinar está época, quando foram suspensos os treinos presenciais os nossos atletas de formação continuaram a treinar em casa através as plataformas digitais. Voltamos aos treinos presenciais no dia 15 de junho. A motivação das jogadoras é grande, pois tiveram muito tempo sem ter treinos presenciais.  
A formação tem sido uma aposta do Clube, pensa que será possível no futuro formar uma equipa base com jogadoras da Região?
Não é possível, porque praticamente todas as jogadoras quando acabam o 12º ano vão para o continente estudar. Para se ter uma ideia, nestes 9 anos que a nossa equipa está nos nacionais, apenas 3 jogadoras não foram estudar para o continente. Mesmo que está situação não se verifique, seria impossível ter uma equipa só com jogadoras formadas no Clube. Estamos a falar da principal competição nacional que tem muitas estrangeiras a jogar em todas as equipas. 

E quanto às condições de treino, o que falta fazer? O novo pavilhão que está a ser construído vai ser importante?
As condições de trabalho da nossa equipa são satisfatórias, ou seja, nós temos as condições necessárias para realizar o nosso trabalho. Em relação ao pavilhão que a Câmara Municipal está a construir penso que tens as condições para treinar e jogar. Não sei qual vai ser a política de utilização, quem vai treinar e jogar lá, nem sei se vão apostar em dar condições às equipas que estão nos patamares mais elevados de competição. Penso que já está na altura de os clubes serem informados quais serão as regras e gestão desta instalação.
                                                       

Luís Lobão

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima