Personal Trainer Filipe Alegria trocou a capital pelos Açores em plena económica

“Sendo ‘Alfacinha de gema’ com muito orgulho, os padrões de qualidade de vida que se tem nesta ilha maravilhosa não se comparam com os de Lisboa”

Correio dos Açores: Como surgiu o B| HEALTHY ?
Filipe Alegria: B| HEALTHY é um serviço de exercício físico personalizado, que surge com o objectivo de associar bem-estar e saúde a individualidade, liberdade e segurança. É um serviço que respeita a individualidade da pessoa, tanto ao nível das necessidades especificas como das suas aspirações, e lhe dá maior liberdade de escolha em relação a quando e onde realizar exercício. Está também associado a maior segurança, enquanto resposta à situação que vivemos com a pandemia Covid-19, pois permite o treino acompanhado individual e/ou em pequenos grupos. A ideia deste serviço surgiu com a constatação de que o confinamento, derivado da Covid-19, limitou a população na prática de exercício físico, o que deu origem a uma maior consciência do quanto praticar exercício físico regularmente contribui para uma boa saúde mental e para a superação de adversidades da vida. Conversas com amigos próximos e familiares, ouvindo as suas preocupações e necessidades e com a minha esposa, psicóloga clínica, reforçaram a minha convicção de que existia, em São Miguel, carência de um serviço com foco na motivação e orientação dirigida, “ingredientes” fundamentais para que a pessoa atinja os seus objetivos ao nível da sua condição física e consequentemente ao nível do seu bem-estar global.

Em que consiste o seu processo do treino personalizado?
O treino personalizado é um processo totalmente elaborado de acordo com a individualidade de cada cliente finalidade promover a saúde física/mental e o desenvolvimento orgânico do mesmo.
Segue uma metodologia funcional, na qual é realizada uma avaliação do perfil do cliente, condição física deste, seus hábitos, rotinas, no fundo uma análise da composição corporal (como peso, percentagem da massa hídrica, percentagem gordura, percentagem de massa muscular, índice de massa corporal, entre outras, sendo prescrito um treino adaptado ao nível da intensidade do mesmo, e das estratégias especificas motivacionais. 
Distingue-se, de outros serviços, pela monitorização constante do bem-estar e das necessidades físicas e motivacionais do praticante. Envolve muitos conhecimentos técnicos, evolução, adequação técnica no momento da execução.
Em que consistiu o projecto Filhos da Comunidade? 
O Projeto Filhos da Comunidade foi concebido e implementado por mim e por uma colega psicóloga, residente na zona abrangida pela intervenção (Freguesia de São Pedro), com o objectivo de promover a saúde física e mental e o desenvolvimento harmonioso e social, e visando o incremento de hábitos sócio-desportivos, da motricidade em geral e das capacidades motoras. As práticas, convívios e momentos de diversão interpessoais, proporcionados no projeto, facilitavam a intergeracionalidade e a inclusão social, sendo que foi desenhado para todas as faixas etárias. 

Recorda-se da sua primeira experiência como utilizador de ginásios? 
Sim recordo, foi estranho confesso, um “rapaz franzino” no meio de homens cheios de músculos, no entanto, devo acrescentar que o ginásio nessa altura era algo completamente diferente, era chamado “ginásio de ferro” o culto dos músculos grandes era a premissa, independentemente da saúde, mas para mim o treino era e é o meu momento, sempre foi algo que me completou, aquele momento só meu. 

Como se iniciou como PT?
Sempre fiz desporto na minha vida, uma das vantagem de andar no Colégio Militar, pois pratiquei desde natação, equitação, esgrima, ginástica, entre muitos outros, acho que essa vantagem me fez criar hábitos e gostos desportivos e saudáveis que desde de então me acompanharam a vida toda e me fizeram seguir a área do desporto a nível académico. 

O que o apaixona em Personal Training e o que o motivou a enveredar por esta área?
Apaixona-me a relação que estabeleço com os meus clientes. Considero o meu trabalho bem-sucedido quando vejo nos seus rostos que atingimos os resultados a que nos propusemos. Refiro-me no plural porque estabeleço uma equipa com o meu cliente para que ele/ela atinja os seus objectivos e assim eu alcanço o meu que é a sua satisfação.

Que perfil deve ter um Personal Trainer?
Na minha forma de ver e da minha experiência, penso que um Personal Trainer deverá ser o mais profissional e empenhado possível, comunicativo e um facilitador motivacional. Deve estar atento às dificuldades que o cliente possa apresentar, no processo e da adaptação ao treino, com uma visão holística (alimentação, treino, vida pessoal e profissional) sempre com um discurso positivo e construtivo. Deverá ser exigente, capaz de transmitir confiança, pois muito mais do que mostrar o caminho é percorrer cada passo lado a lado, sempre focados no bem-estar do cliente.

Quais as maiores dificuldades da actividade de PersonalTrainer?
Não diria dificuldade, mas sim o desafio para um PersonalTrainer é a constante atualização de conhecimentos para aumentar as competências e consequentemente a capacidade de prescrição de exercícios únicos e personalizados, adequados a necessidades de cada um.

Quais são os principais pontos numa rotina de saúde e bem-estar? A alimentação, o exercício físico ou o descanso?
O organismo do ser humano é complexo e precisa de cuidados para garantir o seu bom desenvolvimento. Grande parte das pessoas pensa que treinar é suficiente, mas não é. Uma alimentação equilibrada e realço equilibrada, aliada ao treino, e descanso formam uma equação perfeita.
Começo pela Alimentação. Uma alimentação equilibrada e saudável não deve ser considerada como uma dieta, porque são duas coisas diferentes. A alimentação deve ser um prazer e não um sacrifício. Numa alimentação equilibrada e saudável não se dá tanta importância à ingestão de calorias, mas sim à qualidade da alimentação: ingestão de alimentos completos, naturais, ricos em proteínas, gorduras saudáveis e uma maior ingestão de vegetais e de cerais integrais.
As vantagens de uma alimentação equilibrada e saudável são, sem dúvida, o nosso bem-estar físico e psicológico, e o bom funcionamento do nosso corpo, contribuindo para um melhor funcionamento ao nível do nosso sistema imunitário.
Em segundo o Treino. Não irei alongar muito para não me tornar repetitivo. O treino é algo que deve fazer parte do nosso estilo de vida saudável e ativo, pois permite-nos melhorar a nossa qualidade de vida, e ao mesmo tempo provoca um sentimento de bem-estar com o nosso corpo.
Está cientificamente comprovado que o exercício físico reduz o risco de doenças cardiovasculares, diabetes e depressões, porque treinar provoca respostas hormonais com influência fisiológica e psicológica. Quando realizamos exercício físico personalizado, (adaptado as necessidades do cliente), as nossas hormonas agem em conjunto, permitindo que o indivíduo encontre a força física e mental necessária para a sua execução. Elenco a principal das hormonas produzidas que principalmente atua a nível psicológico a endorfina: hormona produzida na glândula hipófise e que gera sensação de recompensa e bem-estar no organismo. É produzida em grande quantidade nas actividades prazerosas e está associada a relaxamento, alívio e contentamento generalizados. Ao ser liberada no corpo, a endorfina aumenta a disposição física e mental do indivíduo e melhora a resistência imunológica.
Permite-me utilizar esta plataforma também para realçar algo que acho pertinente, há cada vez mais uma maior aderência ao exercício físico, mas em sentido contrário também há um aumento da obesidade em Portugal. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), Portugal é um dos países com maior taxa de obesidade, e estima-se que em 2030, 27% dos homens e 26% das mulheres sejam obesos, B| HEALTHY quer ser promotor da atividade física e saúde com o desenvolvimento harmonioso do indivíduo. Por último o Descanso/sono é um ponto fulcral para ter um corpo e uma mente saudáveis, e é essencial para uma melhor progressão de resultados no treino. O descanso é um ponto fundamental para a progressão, seja qual for o objectivo do cliente (ganhar massa muscular ou perder massa gorda ou tonificar) pois é através do descanso que o teu corpo se repara, regenera e se reforça para a carga física a que irá estar sujeito. Na verdade, este, ao longo dos anos, foi uma das grandes lacunas de quem treinava pois tinham uma alimentação supra controlada, um treino exaustivo muito bem delineado e depois esqueciam do descanso, promovendo o “overtraining” que pode ter consequências para o corpo, como por exemplo a perda de massa muscular, fracos níveis de energia, insónias, desânimo, ficar facilmente irritado.

Qual o papel do PersonalTrainer na mudança de cada indivíduo e na garantia de atingir os seus objectivos pessoais?
O acompanhamento especializado neste processo é fundamental. Envolve muitos conhecimentos técnicos, evolução, adequação técnica no momento da execução. Isto só é possível com o acompanhamento de um profissional de excelência, pois não vou descobrir o fogo, nem fazer milagres, mas vou caminhar lado a lado.

Quais as principais diferenças e desafios entre treinar uma pessoa individual ou treinar um grupo de pessoas?
No B |HEALTHY não permito mais de 3 pessoas por grupo, pois é o número máximo onde consigo dar 100 % de toda atenção na supervisão e se necessário na correcção dos exercício e tarefas a executar, de forma personalizada. Sendo este o conceito base deste serviço. 
O treino a pares ou em grupos de 3 pessoas foi pensado para as pessoas que gostam de fazer treinos acompanhadas ou ate mesmo em casal, mantendo o carácter personalizado. Tem também vantagem para o/s clientes/s ao nível do custo.

O que leva uma pessoa a procurar um PT?
Pessoas que pretendam tirar o melhor partido das suas capacidades e do seu tempo, optimizando ambos. Costumo dar sempre este exemplo, o Cristiano Ronaldo é o melhor do mundo e tem um treinador para o por a jogar, o Personal Trainer. realça o melhor de nós e corrige aquilo que podemos melhorar.

Fale-nos um pouco do seu percurso profissional. 
Aluno do Colégio Militar no 2º, 3º ciclo e secundário. Formação em Condição Física e Saúde, na Escola Superior de Desporto de Rio Maior onde adquiri competências especializados nas actividades físicas de Fitness, no treino personalizado, na avaliação da condição física e no desenvolvimento de programas de atividade física e promoção de saúde. 
Certificado pelo Instituto de Desporto de Portugal (I.D.P), com qualificações para conduzir e orientar actividades físicas e desportivas. Treinador Federado pela Federação de Ginástica de Portugal. Curso Técnico de Massagem Desportiva / Reabilitação. Experiência profissional de 16 anos, no desenvolvimento, organização e planeamento de actividades físicas e desportivas, com crianças, jovens, adultos e idosos.
Após elencada cronologicamente a minha formação académica, a nível profissional trabalhei em ginásios em Lisboa, e em Associações Recreativas onde o interesse pela saúde e bem-estar estavam mais presentes em detrimento da escultura corporal, em associações de solidariedade social, nas quais a componente do exercício físico estava estreitamente ligada à motivação e superação de situações sociais.
Esta heterogeneidade de experiências fez-me ver o exercício enquanto parte fundamental da experiência humana. Nos Açores, nomeadamente a ilha de S. Miguel comecei por colaborar com o ginásio Corpore, numa vertente de competição e também ligado a área social, bem como, colaborei com outros do ginásio de Ponta Delgada, de forma pontual. 
Outra área na qual tenho desenvolvido actividade, e que interliga o exercício físico e mental é a dança, dirigida a crianças e adultos, nas vertentes de dança clássica e urbana. 

Qual é a sua rotina pessoal de saúde e bem-estar?
Procuro ter um estilo de vida saudável, isto é, o conjunto de padrões que sigo no cotidiano, como hábitos e a rotinas.  A minha rotina começa de manha quando acordo, bebo sempre um copo de água, depois preparo o pequeno-almoço, que para mim é a refeição mais importante do dia, e em seguida vou correr com o meu cão, (um fox terrier pequeno mas cheio de energia), comecei a correr com ele pois vi que assim ele não faz “estragos em casa” tendo a sorte de morar perto do parque urbano todas as manhas vou correr para lá (refiro isto para explicar que nada melhor que adaptarmos as nossas estratégias motivacionais com detalhes da nossa vida). Após esta actividade procuro ingerir uma peça de fruta. De seguida início o treino com os meus clientes e faço os respetivos registos dos treinos dos praticantes de forma a ter uma monitorização constante da sua progressão. No que se refere à minha alimentação procuro não estar muitas horas sem comer.
Durante a tarde após os treinos com clientes faço um treino ligeiro próprio. Procuro ter uma rotina diária activa que se traduz também em actividade/brincadeiras com o meu filho de 6 anos e em actividades em família aos fins-de-semana. Procuro deitar-me cedo, pois este é um trabalho que exige muito fisicamente de mim e o descanso é importante. Esta é a minha rotina, simples, mas nada difere de muitas outras rotinas.

Um conselho para um cliente que quer escolher o B HEALTHY?
“Não existe falta de tempo” quando se pode ter um treino que se adaptada à sua rotina, num local do seu interesse. Fazer parte da “família” B| HEALTHY é cuidar de si, enfrentar medos e elevar a suas forças, com um companheiro de percurso, lado a lado.

Qual a maior satisfação nos resultados de quem acompanha nos treinos?
O mais importante e o que me realiza é a forma como contribuo para a concretização dos objectivos, bem-estar dos meus clientes e o que eles retiram dessa experiência e conhecimento para aplicar no dia-a-dia de forma a proporcionar uma vida longa com qualidade. Em resumo, eu diria que o meu sucesso se baseia no sucesso e felicidade dos meus clientes. 

Como viveu o confinamento?
Bem na verdade vivi como 90 % da população com filhos, meio assustado pois não existe nada pior que o desconhecimento de algo, principalmente quando se trata de algo que mexe com a nossa saúde e dos nossos filhos, mas acho que conseguimos ultrapassar bem, falei no plural pois a minha esposa teve um papel super importante neste processo, simplesmente dentro das condicionantes impostas criamos a nossa nova rotina, as nossas novas dinâmicas, pois todo o ser humano precisa de isso, mesmo estando impossibilitado de sair de casa. 

Porque escolheu os Açores para viver e trabalhar?
Como muitos dos jovens da geração de 80, no final da sua formação académica encontraram uma grande crise económica e muito desemprego. Eu e a minha esposa tínhamos, na altura, como primeiro plano irmos para Macau, no entanto, surgiu a oportunidade da minha esposa vir trabalhar para os Açores, e eu vim em seguida e apaixonamo-nos por esta Região. Já temos um filho açoriano, já comprámos cá casa, e passados cerca de 13 anos sentimos que já somos de cá. A verdade é que por mais que adore Lisboa, e sendo “Alfacinha de gema” com muito orgulho, os padrões de qualidade de vida que se tem nesta ilha maravilhosa não se comparam com os de Lisboa, isto na minha opinião, pois privilegio muito o tempo de qualidade, a proximidade de tudo, o não perder tempo em filas de transito, a beleza natural oferecida pela ilha, e o mais engraçado é que mesmo estando cá já a muitos anos penso que todos anos conheço um cantinho novo lindo nestes recantos da ilha, e por fim como nasceu cá o meu primeiro filho, fiquei ligado umbilicalmente a esta ilha para sempre.              

Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima