Vasco Cordeiro no Faial

Novo quartel garante “perspectiva de futuro” ao trabalho dos bombeiros

 O Presidente do Governo presidiu ontem à cerimónia de assinatura do contrato de construção do novo quartel dos Bombeiros Voluntários do Faial, um investimento de cerca de três milhões de euros que representa uma “perspectiva de futuro” a esta instituição.
No dia em que se assinalam os 22 anos do sismo de 1998 que atingiu as ilhas do ‘triângulo’, Vasco Cordeiro salientou que a cerimónia de ontem constituiu, também pelo seu simbolismo, “uma forma - talvez uma das mais bonitas formas - de homenagear todos aqueles que, ao longo dos anos, prestaram este serviço essencial à vida e a saúde dos faialenses e a todos aqueles que têm uma perspetciva de futuro em relação ao trabalho” deste corpo de bombeiros.
Segundo disse, o processo de reconstrução do sismo de 1998, além da componente das infraestruturas públicas, foi “uma das mais felizes e notórias obras do ponto de vista de recuperação da Região”, nomeadamente ao nível dos parques habitacionais afectados nas ilhas do Faial, Pico e São Jorge.
Na sua intervenção, o Presidente do Governo salientou, por outro lado, que tem sido desenvolvido, nos últimos anos, um conjunto de investimentos em quartéis de bombeiros da Região, apontando os exemplos das ampliações dos quartéis de Santa Maria, de Santa Cruz das Flores e das Lajes do Pico, já concluídas, e do novo quartel da Povoação, que está actualmente a ser construído.
“Estamos a falar, no global, de investimentos que, quer em termos de equipamentos e de formação, quer em termos de infraestruturas, ascendem a mais de 12 milhões de euros”, sublinhou o Presidente do Governo.
Vasco Cordeiro recordou ainda que entrou recentemente em vigor o aumento de 17 por cento da comparticipação mensal atribuída às associações de bombeiros pelo transporte de emergência médica pré-hospitalar e da evacuação médica entre unidades de saúde, depois dos acréscimos já verificados de 10%, em 2018, e de 10%, em 2019.
“Temos, contudo, a consciência clara que não é apenas através da realização destes investimentos que se concretiza aquela que deve ser uma responsabilidade de todos, ao nível de uma cultura de protecção civil”, disse Vasco Cordeiro, para quem a pandemia da Covid-19 demonstrou que essa é também uma responsabilidade colectiva e individual de todos.
“Para além de tudo aquilo que é o nosso envolvimento colectivo nesta tarefa de Protecção Civil, todos temos uma responsabilidade individual que é indeclinável, sobretudo por uma questão de respeito por aqueles que, diariamente, põem a sua vida e sua integridade física em risco”, salientou o Presidente do Governo.
O novo quartel dos bombeiros do Faial, que será construído nas imediações da Zona Industrial de Santa Bárbara, substituirá as actuais instalações, que datam de 1929 e foram ampliadas em 1987.
A construção de raiz deste quartel garante uma melhoria significativa na capacidade operacional e no grau de prontidão dos bombeiros do Faial, eliminando ainda os constrangimentos de mobilidade e bloqueios que se verificam nas actuais instalações.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima