SATA com taxa de ocupação de 40% num mês

Quase um mês após a retoma da sua operação, o Grupo SATA emitiu um comunicado, no qual faz um balanço muito positivo da sua operação, tanto no transporte de passageiros como de carga.
Revela a companhia aérea açoriana que no mês de Junho, a taxa de ocupação média de passageiros rondou os 40% na totalidade das rotas operadas, o que representa um valor assinalável, considerando o contexto de pandemia e o período de cerca de 3 meses em que os passageiros estiveram impedidos de se movimentarem. Esta taxa de ocupação é para a companhia “um valor encorajador, uma vez que, gradualmente, as companhias aéreas e os passageiros demonstram mais confiança em voltar a voar e aprendem a movimentar-se nesta nova normalidade. Apesar de ainda limitada, representa e faz prova, do investimento significativo por parte do Grupo SATA, que tem procurado cooperar activamente para que a actividade económica e turística do arquipélago possa ressurgir, gradualmente. O esforço empreendido no reinício da operação, representa o compromisso e a missão que o Grupo SATA assume na promoção da mobilidade entre as ilhas do arquipélago e destas com o exterior”
Contudo, a companhia aérea refere em comunicado que “a taxa de ocupação continua, como esperado, aquém da ocupação que se regista habitualmente nesta altura do ano. A previsão da taxa de ocupação, isto é, as reservas de 15 de Julho até final de Agosto, situa-se, neste momento, em cerca de 33%, que compara com uma taxa de ocupação de cerca de 80%, em igual período do ano anterior”.
Mais, adianta na nota, ser esperado que um número de passageiros aguarde até mais tarde a realização das suas viagens uma vez que os clientes vão ganhando confiança, à medida que vão recebendo testemunhos de que a viagem e o acolhimento decorrem bem. Mas, ainda assim, para uma melhor gestão de recursos, serão feitos neste período, um conjunto de ajustes pontuais no sentido de procurar um melhor equilíbrio entre a oferta e a procura. Esse processo decorre de uma análise contínua que o Grupo SATA realiza à sua operação, em conjunto com os seus parceiros. Neste contexto, as transportadoras têm desenvolvido uma operação de contacto proactivo com os seus agentes de mercado e passageiros, no sentido de disponibilizar as melhores alternativas possíveis (...).
No contexto da retoma, segundo a companhia aérea, “haverá ainda que assinalar o desempenho excepcional da operação de carga comercial. De acordo com dados da IATA, em Maio, a SATA Azores Airlines foi pela primeira vez na sua história, a companhia líder no transporte de carga à saída do continente, com uma quota cerca de 16%. De facto, em Maio, a SATA Azores Airlines transportou 250 toneladas de carga num total de mercado de, aproximadamente, 1.600 toneladas, à saída do continente, sendo o operador número 1 do mercado, o que representa um marco no seio do Grupo SATA”.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima