Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil “ MOSAICO” em Vila Franca do Campo com projecto de cinema

“Cinema Sem Conflitos - Produções” foi o nome dado ao projecto na área das artes cinematográficas, promovido pelo CDIJ (Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil) MOSAICO, cuja entidade gestora é a Casa do Povo de Vila Franca do Campo e pela Marca Registada Cinema Sem Conflitos. É um projecto que contou com o apoio da Direcção Regional da Cultura. 
Segunda a coordenadora Graziela Medeiros, o objectivo deste projeto destinado a jovens com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos de idade, em situação de vulnerabilidade escolar e social, foi o de promover a aprendizagem da sétima arte como estratégia motivacional para as aprendizagens formais no contexto escolar. Em suma, descobrir o mundo do cinema como forma de abrir horizontes para uma disseminação da cultura açoriana, para o despertar possíveis vocações nesta área, visando, assim, o alcance de conhecimentos e capacidades essenciais para uma futura integração profissional através da aprendizagem da arte audiovisual. Este projecto, que teve o seu início em Setembro de 2019 e término em Junho de 2020, contou com a participação de 31 jovens de diversas localidades, passando por Vila Franca do Campo, Ribeira Grande e Ponta Delgada.
Durante a vigência do projecto, os jovens participantes aprenderam a utilizar diferentes tipos de equipamentos consoante os sensores 4K, 2,7K,HD, que tinham à sua disposição (action cam, drone, mirrorless) e também estabilizadores de imagem e tripés. O software escolhido para edição de vídeo é um dos melhores da actualidade, pois permitiu o contacto de uma forma semi-profissional. As actividades desenvolvidas passaram pela correcção de cor, sincronização e equalização de áudio e grafismos.  É possível acompanhar o projecto através do Website da Casa do Povo de VFC em https://casapovovfc.pt/. “A verdadeira aprendizagem pressupõe, assim, não só uma transferência simples de conhecimentos, mas também a criação de possibilidades para que se produza e construa, apreendendo o que é mais significativo.” (Freire, 2004)., conforme refere a coordenadora Graziela Medeiros.                                                                                               

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima