D. João Lavrador faz mudança de padres nas paróquias açorianas “num tempo novo”

O decreto episcopal com as nomeações de presbíteros para o ano pastoral 2020/2021 foi publicado e, de entre as novidades, está a colocação de nove novos sacerdotes: seis que irão ser ordenados em Setembro e três que regressam depois de completarem estudos em Roma. Para lá seguem agora dois novos sacerdotes, que deixam paróquias da Terceira, a ilha que regista a maior mudança de padres.
“Estamos num tempo novo para a nossa Igreja Diocesana”, refere o prelado. “Em cada ano, somos convidados a responder às necessidades pastorais da diocese, nas suas diversas comunidades cristãs e demais serviços diocesanos” esclarece D. João Lavrador.
“Este facto exige a mobilidade de alguns sacerdotes que por exigência da sua configuração a Jesus Cristo e na missão de servir o Povo de Deus se dispõem a deixar as tarefas pastorais a que se ocupavam partindo para novos desafios na evangelização das comunidades cristãs”, avança ainda.
“A todos deixo o meu reconhecimento e a minha gratidão pela resposta generosa e pronta à interpelação que lhes foi colocada”, afirma.
“O apelo evangélico que escolhi para ilustrar esta minha palavra de apresentação das novas nomeações refere “ide e fazei discípulos” .Na verdade, a missão do sacerdote é estar sempre pronto para partir, para se desinstalar e, dócil à voz de Jesus de Nazaré, caminhar para renovados horizontes com o encargo de partilhar a missão com novos discípulos” justifica.
Entre as novas colocações, o destaque vai para o regresso de três sacerdotes à Região, que irão desempenhar funções relevantes, quer como pastores quer como formadores dos futuros padres.
O padre Jorge Ferreira, que esteve a fazer o doutoramento em Liturgia, no Pontifício Ateneu de Santo Anselmo vai ser o Vigário Episcopal para a Formação , integrando a equipa formadora do Seminário como Prefeito de Estudos e professor de Liturgia, Patrologia e Latim. O padre Teodoro Medeiros, colaborador do Igreja Açores , esteve também em Roma a fazer o doutoramento em Sagrada Escritura na Universidade Urbaniana, regressa ao Seminário onde irá leccionar Sagrada Escritura, Grego e Hebraico e é nomeado pároco da Terra Chã e do Curato de São Carlos, também na ilha Terceira. Já o padre Pedro Lima, que acaba de completar a licenciatura em Teologia Dogmática na Pontificia Universidade Gregoriana, em Roma, é nomeado pároco de Santa Lúzia, assistente diocesano do Movimento dos Cursilhos de Cristandade e professor de Teologia Sistemática, no Seminário Episcopal de Angra.

Movimento de padres em São Miguel

Na ilha de São Miguel, com oito ouvidorias, o cónego João Maria Brum é dispensado de pároco in solidum da paróquia de S. Pedro, Ouvidoria de Ponta Delgada, a seu pedido, por motivo de saúde.
Ainda nesta ouvidoria, o padre Vítor Arruda é nomeado pároco de São Pedro; o padre Marco Gomes é dispensado de pároco das paróquias de Fajã de Cima e Santa Clara e de Capelão da Clínica do Bom Jesus e é nomeado pároco de S. Roque. Trata-se, praticamente, de uma troca directa com o padre Helder Cosme que é nomeado pároco de Fajã de Cima, e de Santa Clara, capelão da Clínica do Bom Jesus mantendo a função de Capelão do Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada.
O padre Pedro Maria Tavares Carreiro é nomeado Vigário Paroquial da Fajã de Cima e Santa Clara, Capelão da Comunidade das Irmãs de São José de Cluny, do Lar residência Segura e Capelão Adjunto da Clínica do Bom Jesus.
Na ouvidoria de Fenais de Vera Cruz, o padre José Maria Melo é dispensado de pároco da paróquia de Fenais da Ajuda, dos Curatos de Ribeira Funda e de S. Pedro da Lomba, ficando a colaborar na vida pastoral da Ouvidoria de Fenais de Vera Cruz. Para estas paróquias entrará o padre Francisco Rodrigues, que é dispensado de pároco das paróquias de São Caetano e São João, no Pico. Simultaneamente, ficará também pároco da Salga, já na ouvidoria do Nordeste. Desta paróquia sairá o padre Valter Correia que, no entanto, manterá a função de pároco das paróquias de Achadinha, Achada e Santana, na mesma Ouvidoria.
Na ouvidoria vizinha da costa norte da ilha de São Miguel, a Ribeira Grande, o actual pároco de Rabo de Peixe, regressa ao instituto da Obra de Maria por exigência do seu Superior, sendo assim dispensado do ofício de pároco desta comunidade piscatória. 
Para o seu lugar entrará o padre Francisco Zanon, que é dispensado, de Vigário Paroquial das paróquias de Calheta, Norte Grande, Norte Pequeno e Santo António, Ouvidoria de S. Jorge.
São reconduzidos na ilha de São Miguel os padres: José Borges, na ouvidoria de Vila Franca, como pároco in solidum das paróquias da Matriz de Vila Franca do Campo, de S. Pedro, de Água de Alto, Ribeira das Tainhas e Ponta da Garça; Horácio Dutra como pároco das paróquias de Santo António e Santa Bárbara, na Ouvidoria de Capelas, continuando como professor de EMRC na Escola das Capelas; o padre João Ponte como pároco das paróquias de Mãe de Deus e Faial da Terra, na Ouvidoria da Povoação; Norberto Brum como Capelão da Casa de Saúde de Nossa Senhora da Conceição, Ponta Delgada, mantendo as funções de pároco da paróquia de Nossa Senhora de Fátima, Ouvidoria de Ponta Delgada, e de Director do Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil; o padre Manuel Galvão como Capelão do Lar Augusto Cesar Cabido, Ribeira Grande, mantendo as funções de pároco da paróquia da matriz da Ribeira Grande; Marco Sérgio Tavares como pároco da paróquia de Mosteiros e Curato de Várzea, Ouvidoria de Ponta Delgada; Maximino Medeiros  como pároco das paróquias de Feteiras e Candelária, Ouvidoria de Ponta Delgada e Paulo Freitas Vieira (Sacerdote do Sagrado Coração- Dehonianos) como Diretor do Serviço Diocesano da Pastoral Universitária.

Mudanças nas ilhas Terceira, Santa 
Maria, Graciosa e Faial 

Na ilha Terceira, destaque igualmente para as mudanças na ouvidoria de Angra que é, porventura, a ouvidoria que regista uma maior mobilidade de sacerdotes.
Para o Santuário de Nossa Senhora da Conceição entram os cónegos António Henrique Pereira e Ricardo Henriques, que substituem o cónego Francisco Dolores que passará a ser capelão da Santa Casa da Misericórdia de Angra. O cónego Ricardo Henriques mantém-se como vice-reitor do Seminário , onde leccionará Sagrada Escritura,  Grego e formação musical. Já o cónego António Henrique Pereira manter-se-á como ecónomo da Diocese e do Seminário.
O cónego Hélder Fonseca Mendes é reconduzido pároco in solidum da Sé de Angra, mantendo as funções de Vigário Geral e professor de Teologia Pastoral no Seminário. A ele, na Catedral, juntam-se o cónego Ângelo Valadão, que deixa São Carlos e a Vigararia Episcopal para a Formação, a seu pedido, e o padre Duarte Gonçalves Rosa, que é reconduzido como Mestre de Cerimónias da Sé.
Na ouvidoria de Angra registam-se ainda outras alterações: o padre João Carlos Costa é dispensado  das paróquias de S. Bartolomeu e Posto Santo  e é nomeado pároco da paróquia da Ribeirinha de onde sai o cónego António Henrique Pereira e o padre Jacob Vasconcelos que segue para Roma, onde irá estudar na Pontifica Universidade Lateranense. O padre Francisco Xavier é dispensado das paróquias de Terra Chã e Cinco Ribeiras e é nomeado pároco das paróquias de Porto Judeu e Feteira, de onde sai o padre Nelson Pereira que irá para Roma estudar na Pontifica Universidade Gregoriana. Ainda nesta ouvidoria, o padre Jorge Mendonça é dispensado da paróquia de Santa Luzia e é nomeado pároco da paróquia de Posto Santo. O padre Fr. Francisco Sales, franciscano, é nomeado pároco das paróquias de S. Bartolomeu e Cinco Ribeiras.
Na ilha Terceira são reconduzidos os padres: Manuel Carlos como assistente diocesano da Associação de Médicos Católicos; Luís Silva como Notário do Tribunal Eclesiástico da Diocese de Angra; Jaime Silveira como pároco de São Bento, mantendo as funções de professor de Filosofia no Seminário Episcopal de Angra e João de Brito como pároco de Santa Bárbara.
Também para esta ouvidoria de Angra entrará um dos novos seis sacerdotes que serão ordenados em setembro. O agora diácono Igor Oliveira, uma vez ordenado presbítero, será nomeado diretor do Serviço Diocesano de Evangelização, Catequese e Missões, Secretário Particular do Bispo Diocesano, Capelão da Fraternidade de Santa Clara, Capelão da Casa de Saúde do Espírito Santo em Angra e Notário adjunto da causa de beatificação da Maria Vieira.
O diácono Aurélio Sousa, uma vez ordenado presbítero será nomeado Vigário Paroquial das paróquias da Matriz da Horta, dos Flamengos e do Salão, na Ouvidoria da Horta. O diácono Pedro Carvalho, depois da ordenação, será nomeado pároco das paróquias de São Caetano, S. João e Curato de Santa Margarida, na Ouvidoria do Pico.
O diácono Sandro Costa será nomeado pároco das paróquias de Rosais, Santo Amaro e Santo António e Curato da Queimada, na Ouvidoria de S. Jorge e o diácono João Farias será nomeado Vigário Paroquial das paróquias de Calheta, Norte Grande, Norte Pequeno, Santo António, e dos Curatos da Caldeira, Ribeira da Areia e da Fajã dos Vimes, na Ouvidoria de S. Jorge. Finalmente, o diácono Nuno Pacheco Sousa será nomeado Vigário Paroquial das paróquias da Matriz de Vila Franca do Campo, S. Pedro e Água de Alto, na Ouvidoria de Vila Franca do Campo, na ilha de São Miguel.
O padre Carlos Espírito Santo é dispensado das paróquias de Guadalupe e da Luz, Ouvidoria da Graciosa, e é nomeado pároco in solidum das paróquias da Ilha de Santa Maria.
O padre Ruben Pacheco é dispensado de pároco das paróquias de Rosais, Santo Amaro e Santo António, Ouvidoria de S. Jorge, e é nomeado pároco das paróquias de Guadalupe e da Luz, e do Curato da Ribeirinha, Ouvidoria da Graciosa.
O padre Marco Luciano Carvalho é nomeado pároco da paróquia do Salão e capelão do Estabelecimento Prisional da Horta; Diretor do Museu de Arte Sacra da Horta, mantendo as funções de pároco da Matriz da Horta e dos Flamengos, na Ouvidoria da Horta, Ouvidor da Horta e Capelão do Hospital da Horta. Na ouvidoria do Faial o padre José Albernaz Escobar é dispensado do oficio de pároco do Salão, ficando a colaborar na mesma paróquia a pedido do pároco.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima