Comunistas açorianos querem saber tudo sobre morte de foca nos mares dos Açores

A Representação Parlamentar do PCP enviou um requerimento ao Governo dos Açores a pedir informar sobre qual o médico veterinário que esteve a monitorizar o comportamento e saúde da foca da Gronelândia que acabou por aparecer morta no porto das Lajes do Pico.
Como explica o deputado comunista, a Foca-da-Gronelândia foi vista, a primeira vez, no dia 17 de Agosto, perto do morro de Castelo Branco, na ilha do Faial, no dia 21 esteve no Porto da Horta (Faial) e no passado domingo (23 Agosto) deslocou-se até à ilha do Pico, onde acabou por falecer, no Porto das Lajes do Pico. 
Segundo o Director Regional dos Assuntos do Mar, o alerta foi dado pela Polícia Marítima na Segunda-feira, 17 de Agosto, “por ter sido avistado um indivíduo do grupo dos Pinípedes, ainda foi declarado na mesma comunicação que “O animal não aparenta ter lesões visíveis ou debilidade motora, pelo que se considera, para já, não existirem razões para intervir ou capturar o animal”, além de que o comportamento e saúde estavam a ser monitorizados pela direcção regional dos Assuntos do Mar e por especialistas em mamíferos marinhos do Instituto Okeanos. 
No entender da representação parlamentar comunista, a “promoção do conhecimento sobre a biodiversidade do mar dos Açores, a par da sensibilização ambiental e recuperação de animais marinhos sensíveis, o aparecimento da foca-da-Gronelândia é um fenómeno raro que merecia total investigação e atenção da direcção regional dos Assuntos do Mar. Desta forma os comunistas açorianos “querem ter conhecimento dos cuidados que existiram para o bem-estar deste animal.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima