Em Vila Franca do Campo

Festas do Senhor da Pedra marcadas por “Mudança” inédita

Pela primeira vez na história de 200 anos das Festas do Senhor da Pedra de Vila Franca do Campo, que se completaram em 2019, a procissão de mudança para a Matriz da velha capital não aconteceu no Sábado à noite, mas sim, ontem, quarta-feira, às 12 horas. 
Mesmo não constando do programa religioso das festas, naturalmente, para evitar aglomeração de devotos, muitas dezenas de pessoas assistiram ao pequeno cortejo, entre a Misericórdia e a Matriz, presidido pelo Pároco e Capelão da Santa Casa, Padre José Alfredo Torres Borges e em que se incorporou também a Mesa da Santa Casa, com seu Provedor, Lucindo Couto, e uma representação da Câmara Municipal. Aos sons do hino do Senhor da Pedra, pela banda União Progressista, e com o som dos sinos das duas Igrejas e algumas girândolas de foguetes, foi uma mudança diferente e inédita e que merece ficar registada, até pela comoção do momento, em todas as pessoas que estiveram presentes.
Dada a exiguidade da Igreja da Misericórdia e a grande afluência de devotos nestes dias de tríduo preparatório e festa, foi decidido que os Tríduos se realizariam na Matriz que comporta muito mais fiéis. Foram iniciados ontem mesmo pelas 20 horas com Eucaristia solene, e proclamação da Palavra pelo Padre Paulo Borges, com animação litúrgica a cargo do coro de São Pedro da mesma vila. Para hoje, no segundo dia de preparação, o canto estará a cargo do coro de Água d’Alto, enquanto para amanhã, sexta-feira, a presença será do Coro Bom Jesus Menino da Ribeira das Tainhas.
No Sábado e pelas 20 horas, em substituição da Procissão da Mudança que reúne milhares de pessoas em cumprimento de promessas, haverá Missa Solene presidida por D. João Lavrador e cantada pelo Grupo Prioral da matriz que também animará a Eucaristia solene no Domingo, às 9,30 horas e que será transmitida pela RTP/1.
A Imagem regressará à Misericórdia na segunda-feira, ao meio dia, acompanhada pela Banda Lealdade. Nesse mesmo dia às 20 horas, haverá Eucaristia animada pelos Escuteiros CNE 1223 de Vila Franca. Na terça e na quarta-feira, à mesma hora as Eucaristias serão cantadas pelo Coro da Senhora da Piedade de Ponta Garça e pelo Grupo Coral dos Romeiros de Vila Franca.
Recorde-se que as festas do Senhor da Pedra são o momento alto da religiosidade popular de Vila Franca que une residentes e comunidade emigrante e que este ano seguem o caminho de todas as outras manifestações religiosas afectadas pelas restrições impostas pelo momento que vivemos. Mas não quisemos deixar de registar este momento único que, segundo desabafo do Padre José Borges, fez com que os olhos não se contivessem e as lágrimas se tornassem verdadeira oração.

Santos Narciso

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima