400 mil euros para criar lar residencial em Santa Maria

A criação de um Lar Residencial na ilha de Santa Maria, num investimento superior a 400 mil euros, é segundo a Secretária Regional da Solidariedade Social mais uma medida para a inclusão de pessoas com deficiência e suporte às suas famílias.
Andreia Cardoso falava na apresentação do estudo prévio para a ampliação do edifício sede da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Porto para a criação de um Lar Residencial, um investimento que considerou de “extrema importância”, mas que não pretende substituir as respostas já existentes.
 “Esta é uma resposta que visa criar a possibilidade do descanso de cuidador ou o acolhimento em permanência, permitindo, assim, atenuar as dificuldades que as famílias sentem relativamente ao futuro dos seus filhos, mas não pretende substituir as respostas ao domicílio, por exemplo”, frisou. O Lar Residencial pretende ser um complemento ao Centro de Actividades Ocupacionais gerido pela Santa Casa da Misericórdia de Vila do Porto e destina-se a adultos e jovens com idade igual ou superior a 16 anos. “A criação deste lar tem como objectivos disponibilizar apoio residencial temporário ou permanente, garantindo condições de bem-estar e qualidade de vida ajustadas às necessidades dos residentes, promover estratégias de reforço de autoestima, autonomia pessoal e social dos utentes, assim como privilegiar a interacção com a família e comunidade, no sentido de integração social do utente”, disse a Secretária Regional, citada no GaCS.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima