“Casa do Camponês” é “bom exemplo” de aproveitamento de fundos europeus, diz autarca da Praia da Vitória

O Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, destacou, ontem, o projecto de requalificação da “Casa do Camponês”, na Freguesia do Cabo da Praia, “como um bom exemplo de aproveitamento de fundos europeus” por parte das autarquias locais.
No retomar da “Presidência Aberta às Freguesias e Vila do Concelho” (iniciativa de proximidade levada a cabo pelo executivo municipal, que havia sido suspensa em março devido à pandemia provocada pela Covid-19), o Município dedicou o dia à Freguesia do Cabo da Praia onde reuniu com empresários, visitou empreendimentos privados e investimentos públicos, entre eles, a “Casa do Camponês”.
Na Canada da Ribeira, este novo espaço do Cabo da Praia pretende ser um Núcleo Museológico (lembrando os ofícios mais antigos e as artes e fazeres ligados ao cultivo da terra), bem como uma Quinta Pedagógica, disponibilizando espaços verdes, animais, árvores de fruto e hortas.
Investimento público de cerca de 80 mil euros – financiado através da GRATER (Associação de Desenvolvimento Local das ilhas Terceira e Graciosa) e da Câmara Municipal da Praia da Vitória (na vertente não comparticipada, respeitante ao pagamento do IVA da empreitada), a “Casa do Camponês” está já aberta ao público, mediante pedido realizado na sede da junta de freguesia local. 
“Este é um bom exemplo do aproveitamento de fundos comunitários por partes das juntas de freguesia. Havia aqui uma ruína. A Junta de Freguesia do Cabo da Praia fez um projeto aos fundos europeus geridos pela GRATER e depois contou, como todas as outras juntas contam, com o apoio da Câmara Municipal na componente relativa ao IVA. E daqui nasceu um Núcleo Museológico, uma Quinta Pedagógica e um espaço de lazer muito aprazível nesta freguesia, não só para os locais, mas também com finalidade turística”, afirmou Tibério Dinis.Após paragem forçada pela situação de pandemia provocada pelo novo Coronavírus, a “Presidência Aberta às Freguesias e Vila” da Praia da Vitória retomou, esta segunda-feira, dia 7 de setembro, com o executivo municipal a dedicar o dia à freguesia do Cabo da Praia.
“As circunstâncias de saúde pública obrigaram a pararmos, em março passado, com as visitas anuais que realizamos às nossas Freguesias e Vila, depois de termos iniciado o ano visitando a Agualva e os Biscoitos. Agora, com planos de contingência adequados, a ‘Presidência Aberta’ regressa, tendo sido feita uma reorganização do calendário inicialmente definido”, afirma Tibério Dinis, Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória.  
O Autarca, em declarações aos jornalistas, esclareceu que, “ainda este mês de setembro, vamos visitar as freguesias de Fonte do Bastardo e Fontinhas, parando logo depois esta iniciativa, para não coincidirem estas visitas com o período de campanha eleitoral que vai suceder. Mantemos aqui toda a transparência e ética”, sublinhou, frisando que a 26 de outubro, após as eleições Regionais, regressam as visitas (Porto Martins), que deverão estar concluídas até antes do final do ano, a todas as Freguesias e Vila da Praia da Vitória (ficam a faltar Quatro Ribeiras, Santa Cruz, São Brás, Vila das Lajes e Vila Nova).
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima