Alexandre Gaudêncio pretende reforçar a atractividade do Museu da Emigração

O Museu da Emigração Açoriana está a comemorar o 15.º aniversário e do programa festivo, adaptado à realidade actual, constam vários momentos que pretendem assinalar a efeméride e realçar o trabalho que tem sido desenvolvido ao longo dos anos, muito em particular o rico espólio que possui e que pode ser visitado diariamente.
O Presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, marcou presença nas comemorações e traçou alguns dos objectivos a concretizar brevemente. 
“Pretendemos renovar a museografia durante o ano de 2021 de modo a reforçar a atractividade do Museu”, revelou.
O autarca salientou que “este é um dos museus que mais visitantes recebe ao longo do ano” (em 2019 foram cerca de 4500 visitas) pois o interesse pelo tema da emigração “cativa muitas pessoas”, acrescentou.
“A emigração é uma temática bastante valorizada neste espaço e, neste particular, há que realçar o contributo de muitos ribeiragrandenses que emigraram e doaram os seus espólios ao museu, enriquecendo-o com objectos que fazem parte de décadas da nossa história”, disse. No Museu da Emigração Açoriana, no âmbito das comemorações do 15.º aniversário, está patente a exposição ao ar livre “Malas e baús da nossa emigração” que conta com alguns artigos do Museu. A partir de amanhã, e até Domingo, estará patente na Praça do Emigrante a exposição de fotografia “24 Hour Photo Challenge”, mostra que apresenta os trabalhos vencedores do concurso de fotografia promovido pela Associação dos Emigrantes Açorianos.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima