O Seminário de Angra “só se compreende como uma verdadeira família”

D. João Lavrador presidiu à missa de acção de graças pela abertura de mais um ano lectivo no Seminário Episcopal de Angra que conta este ano com três novos professores e quatro novos alunos
Seis meses depois de terem sido suspensas as aulas presenciais na instituição por causa da pandemia, os 21 seminaristas iniciaram Terça-feira o ano lectivo 2020-2021, que já no próximo dia 8 de Dezembro vai contar com a ordenação diaconal de três seminaristas, alunos do 6º ano.
Na homilia da Missa de Acção de Graças, celebrada na Capela da Natividade, o Bispo de Angra apelou aos seminaristas que façam do Seminário uma família.
“O Seminário só se compreende como uma verdadeira família. Os laços entre nós têm de ser os de uma família, mas não de uma família qualquer: uma família que escuta e pratica a palavra de Deus” afirmou D. João Lavrador.
“Esta família tem de ser marcada por laços de fraternidade e laços profundos que vão para além da consanguinidade” disse, referindo: “Agora que estamos a celebrar o inicio do ano temos de nos centrar na pessoa de Jesus Cristo; é assim que crescemos como discípulos e caminhantes do apostolado” referiu.
À semelhança de Jesus e dos discípulos, alertou D. João Lavrador “temos de beber da Sua forma de agir e de ser para que possamos ser apóstolos”. O prelado diocesano deixou, assim, um desafio aos seminaristas para que aprendam a “ser e a agir” como Jesus e partam em missão para revelar Deus “a um mundo que cada vez mais precisa Dele”. 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima