Misericórdia da R. Grande celebra Dia do Idoso em versão reduzida

A Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande comemorou o Dia do Idoso, juntando pela primeira vez depois da pandemia no vasto salão de festas da instituição, alguns dos seus utentes numa celebração festiva, cumprindo-se, assim, todas as regras de segurança e do respectivo plano de contingência.
A eucaristia solene, presidida pelo capelão da Misericórdia, foi uma oportunidade para o padre Manuel Galvão exortar os utentes idosos da Santa Casa da Misericórdia a abraçarem a sua idade e sua condição frágil, de forma alegre e participar na sua condição na sociedade, com qualidade de vida. Aceitar e aproveitar cada etapa da vida poderá ser a chave para tornar mais leve e feliz a passagem do tempo, mesmo que este período de pandemia tenha sido um momento muito complexo para cada um, vivendo confinado e sem a visita dos filhos e netos.
De acordo com o sacerdote, as funções que a pessoa idosa desempenha deve ser de acordo com a sua idade, encarando-se o envelhecimento não como um termo, mas como um complementar da vida e prémio pelo seu contributo para a sociedade, sentindo-se sempre útil, pelo que compete a cada pessoa alegrar os nossos idosos que bem merecem sentir o calor solidário dos mais novos.
Naquela eucaristia foi lembrada a memória de 18 utentes da Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande que faleceram desde o passado mês de Março e que frequentavam os Centros de Dia ou eram apoiados no respectivo domicílio ou, simplesmente ,usufruíram das ajudas técnicas da Instituição. 
No convívio subordinado ao tema “compartilhar o coração”, foram distribuídas lembranças, meticulosa e entusiasticamente preparadas pelos utentes, com o apoio dos técnicos que acompanham, e preparadas com muito afecto por cada um dos idosos, sendo recebidas com carinho e amizade.
A Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande pretendeu com aquela celebração festiva proporcionar um dia completamente diferente aos seus utentes idosos, juntando-os num convívio, o que constituiu para todos um momento inesquecível e foi uma forma da Instituição proporcionar à população de terceira idade uma atenção particular e o merecido carinho, mantendo o idoso activo e integrado na sociedade.
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima