8 de outubro de 2020

As filas e os milhões das Escolas

1.  Estamos em campanha eleitoral e agora faz-se contas à vida e cada um puxa a sardinha à sua brasa ! Até parece que é um campeonato de clubes, cada um a defender o seu e na hora  do voto há-de ser o que for ! Para os mais atentos,  quem produz mais ruído e muitas vezes com razões acrescidas são os pequenos partidos que até podem fazer mossa na hora da verdade, cansado que está o povo de tanta promessa, de tanta obra inaugurada à última hora com todo o descaramento deste mundo,  como se não houvesse ética nem princípios,  que devem ser respeitados numa democracia durante o mandato e no fim do mesmo , como agora  acontece a escassas semanas do acto eleitoral. Até parece que a oposição que se diz alternância ao poder está a dormir na forma,  a ver os barcos passarem , porque já deveriam ter tomado uma posição de força , em forma de protesto ou de queixa à Comissão  Nacional de Eleições e ao Provedor de Justiça . Não se trata de teimosia ou de falinhas mansas ou de gente que está caduca , trata-se de salvaguardar a independência e as regras básicas da democracia, seja qual for a cor do partido do poder ! Sabe-se que o povo está a abrir os olhos mas faz falta nesta sociedade quem tenha a cabeça limpa, arejada, corajosa e independente, que não esteja à espera de emprego ou de subsídio. Novo dia surgirá agora  ou mais à frente, logo que saibamos avaliar com rigor e seriedade a obra, as atitudes e comportamentos, os amiguismos  e as promessas não cumpridas , as prioridades trocadas e mal geridas e quando forem escolhidas as pessoas melhor preparadas, sem perigo de dependências,  para desempenhar funções de responsabilidade em nome do povo, de forma a nunca o prejudicar. 

2. Os milhões que se gastaram nas Escolas não tiveram retorno,  tal é a famigerada taxa de abandono escolar e a desacreditada taxa de retenção e de desistência dos nossos jovens, superiores à média nacional e que desacreditam os responsáveis pela Educação e pela governação que já deveria estar em mera gestão corrente ! Os que estão ligados ao sistema ou que são devedores de favores e prebendas têm o descaramento de dizer que isto não é assim tão cruel , as escolas funcionam e os edifícios estão em obras ou em fase de concurso,  como se fosse este índice o que valoriza e determina o sucesso escolar, até porque os responsáveis desta pasta  queixaram -se agora que há cada vez menos alunos nos Açores. Mas parece que há cada vez mais milhões para novas construções ( só para os Arrifes a requalificação das instalações do segundo e terceiro ciclo custará a módica quantia de 12, 8  milhões de euros ), que a torneira da Europa vai começar a correr e surgem queixas de todos os quadrantes de que não há rigor nem controle nestes e noutros  investimentos e até já foi nomeado um novo Presidente do Tribunal de Contas, com a  benção de Marcelo Rebelo de Sousa, que o atual foi severo nas críticas ao governo de António Costa !

3. Há dias um nosso familiar foi ao nosso Hospital fazer análises e, como tantos outros , teve de esperar a sua vez, em fila indiana, debaixo de um toldo que a Covid veio complicar as coisas ainda mais ! Mas estes utentes estão na sua vez, coitados são ou outros que esperam há meses ou anos por uma consulta ou então por uma cirurgia e parece que os médicos são cada vez menos, a começar pela Urologia e também pela Dermatologia. Na verdade a Saúde está doente e está na hora de arrepiar caminho !
 Há dias uma idosa foi a uma farmácia do centro de Ponta Delgada com uma receita para aviar. Medicamentos em cima do balcão e contas feitas a pobre da idosa só pôde levar metade dos remédios , até onde podia o seu escasso orçamento. Claro que a culpa não  é do governo nem dos partidos , ainda mais agora que estão à caça do voto, a culpa é do sistema e de todos nós que andamos por aqui a conversar e a votar ! 

4. Notícia da semana :  a Associação de juventude  da Candelária recebeu a visita da Secretária Regional Andréia Cardoso para assinatura de um contrato de cooperação que prevê a criação do Serviço de Apoio Domiciliário para a zona sudoeste e norte do concelho de Ponta Delgada. Pasme-se ! Uma Associação de Juventude vai tratar de idosos em suas casas em visitas que podem ser realizadas até ao serão, a que os técnicos muito pomposamente chamam de “ Terceira higiene pessoal do dia “. São seis novos postos de trabalho que já devem estar a criar águas na boca aos candidatos locais, para além de uma ou mais viaturas para deslocação dos Cuidadores. Estará aquela Associação preparada e creditada para aquelas exigentes funções ? E se já existem no concelho de Ponta Delgada outras Instituições creditadas e devidamente preparadas e com experiência, que exercem funções idênticas, por que terá este governo, em fim de mandato, enveredado por esta intricada solução ?  E por que não as Filarmónicas, que agora até tocam menos, possam exercer funções idênticas nas suas parvónias e arredores ? E o grupo dos Ciosos da noite ? E o Centro desportivo e recreativo do leste e do sul? Parece que tudo é possível nesta nossa santa  terra ! E é amanhar ! 


Espigão, Nordestinho, no dia seguinte ao feriado de Outubro de 2020

Print

Categorias: Opinião

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima