8 de novembro de 2020

Recados com Amor

Meus Queridos! As eleições de 25 de Outubro deixaram suspensos o PS e o PSD à espera de ver que aconchegos podiam fazer para gerarem uma maioria capaz de formar governo para os próximos quatro anos. A minha prima Maria da Praia, tem seguido a par e passo o que se vai escrevendo e dizendo por aí… quanto ao futuro governo, tomando nota para memória futura… Maria da Praia diz que na Terceira com os resultados eleitorais parece ter caído o pano do luto próprio da quaresma na altura em que se cobriam as imagens dos Santos até à Páscoa… Ninguém diz nada e parece que as rosas murcharam depois de 25 de Outubro… Maria da Praia faz o contraste com o nervosismo do meu querido Presidente italício do PS/A Carlos César, que desatou a produzir análises picantes no seu Facebook à medida que iam decorrendo os “assédios “ aos partidos que ficaram com a chave da maioria nas mãos… Na hora a que tenho de entregar os meus recadinhos ao Director do Jornal que tão generosamente me acolhe no seu seio, ainda não se sabe quem vai ser incumbido de formar Governo pelo Representante da República Pedro Catarino, que ficou com uma tarefa difícil para resolver, mas que será ajudado pela experiência diplomática que a função de embaixador lhe proporcionou… Isso para dizer que não sei se o meu querido Presidente Vasco Cordeiro entra de férias forçadas, ou se vai carregar a cruz de subir o Calvário que o conduzirá ao martírio que terá pela frente… Segundo me disse a minha prima Rosinha que anda sempre muito bem informada sobre o que se passa no roseiral, já começaram as movimentações para a sucessão do líder do PS e as hostes parece muito divididas entre os pretensos sucessores… Pior é ver muitos ratos a abandonarem o barco onde permaneceram  durante 24 anos… muitos deles “cristãos novos” que se converteram na altura da assunção do PS ao poder com o apoio do CDS… A minha comadre Maria da Praia acrescentou que não percebe as lamúrias do meu querido Carlos César, porque o que o PSD tem feito no fundo é o filme produzido e realizado por Carlos César quando apeou o Governo de Passos/Portas para o substituir pela geringonça com os partidos da extrema esquerda comunista e bloquista… são extremos tais como os da direita e nem  por isso foram “excomungados” pelo PS. Vamos deixar assentar a poeira para voltarmos a este tema e só espero que haja fumo branco para formar um governo na Região com urgência para começar a trabalhar nas ingentes tarefas que tem pela frente.


Ricos! A minha prima Jardelina que, por motivos profissionais tem de consultar a Bolsa de Emprego Público dos Açores (https://bep.azores.gov.pt) ficou banzada porque nos últimos dias… e já depois das eleições para a Assembleia Legislativa Regional 2020 … foram publicados infindos avisos para a abertura de “procedimentos concursais” para admissão de funcionários para a Administração Pública Regional.
Como diz Jardelina, são dezenas de concursos para contratação… (na sua maioria CTFP por tempo Indeterminado o que é = “quadro”)… de inúmeros Assistentes Operacionais, Assistentes Técnicos e Técnicos Superiores para várias das Secretarias Regionais, incluindo uma avantajada quantidade para a Vice-presidência do Governo Regional dos Açores (GRA). Quanto aos concursos em si, nada há a opor, agora o que é de estranhar, é a altura em que se faz o concurso, porque podia ter sido aberto mesmo em tempo de confinamento, porque os concursos são online e as candidaturas seguem a mesma via, o que quer dizer que não havia contágio… Assim, o Governo cessante, não devia ter-se posto nesta alhada, sabendo bem que desde o dia das eleições ele passa a um governo de gestão, coisa que em boa verdade devia ter começado quinze dias antes da campanha eleitoral, coisa que não aconteceu, porque continuou a fazer contratos e concursos, que deixa para encargos futuros de quem o suceder, seguindo uma lógica de quem é dono disto tudo! Agora fica a pairar a dúvida se todos estes concursos serão mesmo para admitir novos funcionários públicos ou se são concursos para colocar nos quadros da função pública os vários “boys & girls” que estão prestes a “cair dos poleiros”, permitindo desse modo que continuem… mesmo sem profissão certa durante os passados 24 anos! Mas meus queridos a coisa não fica por aqui, porque pior ainda é um anuncio que decorre para um concurso aberto para uma empresa pública/privada da Região, com um figurino talhado a preceito para ser vestido por alguém que vai sair do Governo… Mas disso vou falar quando se fizer luz… embora a minha prima Jardelina me tivesse avisado que há quem esteja preparado para avançar para o Tribunal com uma queixa crime por compadrio e abuso do poder, além de mais qualquer coisa!

Meus queridos! Mais um estado de emergência com o meu querido Presidente Marcelo a ver o chão a fugir-lhe debaixo dos pés sem saber como conciliar a contenção do “bicho” e a necessidade de não parar de novo o país. E curiosamente agora, no Inverno, apenas e da parte da esquerda, apenas o PS votou a favor do novo estado, com todos os outros a dizer que não. E estão a ser coerentes, porque afinal quem andou a fazer festas e comícios não podia agora dizer para ficarem em casa… E afinal o que vemos é que não é o medo que resolve o problema, mas a responsabilidade individual. Vejam só por cá o que aconteceu na casa das “bonecas”… Havia necessidade? E não pensem que sou uma puritana de trazer por casa… O que acho é que a irresponsabilidade de uns está a trazer problemas agravados àqueles que têm de trabalhar e que sabem que isto só anda para a frente se todos tiverem respeito uns pelos outros. Por isso mando um ternurento beijinho àqueles e aquelas que mostram a sua coragem sabendo que a vida não pode parar e o medo também pode matar. De resto, ricos, este estado de emergência é tão complicado que eu acho que é preciso tirar um curso superior… para perceber o que se vai passar a partir de amanhã…

Ricos! A baixa de Ponta Delgada já está a ser decorada para a época de Natal que se aproxima. Eu acho que daqui a dias, mal acabar o São João, vai começar o Natal, mas isto são contas de outro rosário. Lembrei-me da iluminação nas rua, ao ler no jornal que tão generosamente me acolhe no seu seio aquele incisivo título de primeira página que dizia que a “desertificação de Ponta Delgada leva a prever uma “época baixa” pior que o confinamento”. E é verdade, porque mesmo com o “bicho à solta”, muita gente não atina que é mais seguro andar pelas ruas da cidade e entrar nos seus estabelecimentos, do que andar aos montes em grandes superfícies, ainda por cima fechadas… A gente sabe que parar os popós, apanhar um friozinho ou esperar que a chuva pare é um convite a não andar pela baixa, mas será que não vale o sacrifício? Oxalá que a iluminação de Natal seja sinal de vida para a cidade que bem precisa… Afinal, meus queridos, o turismo faz falta!

Meus queridos! Quando esta semana fui dar uma voltinha pela cidade de Ponta Delgada com a minha prima Teresinha, vi o movimento junto à Matriz, sinal que já está em andamento a obra de reparação e consolidação da Torre e do “açucareiro” onde está o relógio. Ainda há pouco tempo, aqui nos meus recadinhos, tinha alertado para a necessidade daquela obra e agora tenho de mandar o meu ternurento beijinho à minha querida Presidente Maria José, pois aquela torre é da responsabilidade da Câmara Municipal que assim está a zelar por um dos principais ex-libris da cidade. E já estou a ver, com os varandins reparados e consolidados a oportunidade de os abrir a visitas de quem quiser obter a mais soberba vista que Ponta Delgada pode oferecer. Mesmo com as minhas dores nas cruzes, tenho de pedir ao meu querido padre Nemésio Medeiros que um dia me mostre a torre e a cidade vista dali, embora eu saiba que muitas das obras que têm sido feitas, nem respeitem a velha harmonia dos telhados da cidade, alguns dos quais são verdadeiros abortos consentidos por quem tem responsabilidade de zelar pelo ordenamento urbano e pela salvaguarda do património de cada conselho. Para que servem os técnicos, arquitectos, engenheiros e fiscais que pululam nos municípios?…

Meus queridos! Já tinha jurado a mim mesma que não ia falar mais dos Correios, porque é “bater no ceguinho” e ainda por cima a gente sabe que para aqueles lados ninguém lê jornais… Mas como esta aconteceu com a minha sobrinha-neta, não resisto, e conto. Mandou ela vir do rectângulo uma pequena encomenda que passadas três semanas ainda não tinha sido entregue. Isto no mês de Agosto, imaginem… No dia 12 de Setembro, fez ela uma reclamação aos CTT. Não teve resposta nenhuma… Mas entretanto, a encomenda chegou. E pensou ela que o assunto estava encerrado. Agora, esta semana, recebe ela, dois meses depois, uma mensagem dos CTT que diz “ o assunto da sua reclamação referente à encomenda… (e lá vem o número do registo) está em análise”. Passados dois meses dão uma resposta ao cliente sem sequer terem o cuidado de ir ver se aquele número de registo foi entregue ou não… É obra!

Ricos! Uma vizinha aqui da minha rua Gonçalo Bezerra recebeu um email a dizer que estava a dever uma conta à EDA e que podia pagar com a referência que lá constava. Como ela nunca ficou com um mês em atraso, viu logo que era uma burla e já soube que foram muitas as pessoas enganadas por este processo. A EDA já alertou para esta burla e não sei se a Polícia já está a investigar quem é o burlão. Mas não deve ser difícil, porque o pilim vai cair numa conta e nada que uma ordem judicial não permita saber quem é… Mas a verdade é que as artes burlonas estão cada vez mais activas. Cada um que se cuide, porque com a net… a segurança está roto!

Print
Autor: CA

Categorias: Maria Corisca

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima