Em Setembro de 2020

12.196 açorianos aguardavam por cirurgia nos Açores e o tempo de espera médio era de 541 dias

Foi publicado em Jornal Oficial um despacho, assinado pela Secretaria Regional de Saúde, Teresa Machado Luciano, que visa “a recuperação das cirurgias que foram desmarcadas ou cuja marcação foi adiada” devido aos constrangimentos impostos no seguimento da pandemia de Covid-19.     
A medida refere-se aos Planos Urgentes de Cirurgias (CIRURGE) que tem o propósito, “através da realização de cirurgias extraordinárias, de intervencionar os utentes com maior antiguidade na Lista de Inscritos para Cirurgia (LIC) ”. Assim e como se pode ler no despacho, “é permitido aos Hospitais do Serviço Regional de Saúde, no âmbito dos Planos CIRURGE para 2020 (…) a realização de actos cirúrgicos em produção acrescida de especialidades com utentes inscritos para cirurgia por um período de tempo superior ao Tempo Máximo de Resposta Garantida (TMGR) ”. É igualmente permitido aos Hospitais do Serviço Regional de Saúde (SRS), no âmbito dos Planos CIRURGE para o ano de 2020, “a realização de actos cirúrgicos em produção acrescida sem limite percentual face aos actos realizados em produção regular do serviço”. No ponto 3 do Despacho 1821/2020 de 10 de Novembro de 2020, é dada igualmente permissão para os Hospitais do SRS “remunerarem os profissionais de saúde sem limite percentual relativo ao total facturável ao Serviço Regional de Saúde”.

Os números das Listas
de Espera nos Açores
Segundo o Relatório de Acompanhamento Mensal da Direcção Regional de Saúde referente ao mês de Setembro de 2020, são 12196 os açorianos que aguardam uma cirurgia no Serviço Regional de Saúde dos Açores. São mais 164 utentes quando comparado com o mês de Agosto deste ano. Face ao mesmo mês de Setembro de 2019, o crescimento de açorianos a aguardarem por uma cirurgia fixa-se em mais 717 utentes.
Analisando o número de propostas cirúrgicas em LIC no Serviço Regional de Saúde até ao final de Setembro deste ano, verifica-se que as especialidades de Oftalmologia, com 3198 inscritos; Ortopedia, com 2704 inscritos e Cirurgia Geral com 2145, são as que apresentam os números mais expressivos.      
Ainda no mês de Setembro foram realizados 587 procedimentos cirúrgicos, mais 169 do que no mês passado. Comparando com o mês de Setembro de 2019, este ano foram realizadas menos 204 cirurgias. Cirurgia Geral (146), Oftalmologia (114) e Ortopedia (91) foram as especialidades onde foram realizadas maior número de operações em Setembro.
Relativamente ao tempo médio de espera, este passou de 539 dias em Agosto para 541 dias no final do mês de Setembro de 2020. Em Setembro do ano transacto o tempo médio de espera no SRS era de 488 dias.
Até ao dia 30 de Setembro de 2020 foram cancelados 177 procedimentos cirúrgicos, mais 56 do que no mês anterior. Comparado com Setembro do ano passado, este ano houve menos 98 cancelamentos do que em igual período de 2019.
Verificando cada um dos três hospitais de região, o do Divino Espírito Santo (HDES), em Ponta Delgada, tinha até ao final do mês de Setembro, 8739 pessoas a aguardar por um acto cirúrgico. São mais 155 do que no mês de Agosto e mais 351 quando comparado com o mesmo mês do ano anterior.
Oftalmologia, com 2309 inscritos; Cirurgia Geral, com 1655 e Otorrinolaringologia com 1618, são as especialidades com maior expressão no número de propostas cirúrgicas em LIC. O Hospital do Divino Espírito Santo contava até ao final de Setembro com 9800 propostas cirúrgicas, mais 171 do que no mês anterior e mais 543 do que em Setembro de 2019.
O tempo médio de espera em Setembro de 2020 neste Hospital era de 604 dias, mais 5 dias face a Agosto de 2020 e mais 73 do que no mês homólogo do ano anterior.
Relativamente aos cancelamentos em LIC, o número fixou-se em 81, mais 29 do que em Agosto e menos 66 do que em Setembro de 2019. Por outro lado, foram realizados no HDES até 30 de Setembro, um total de 237 procedimentos cirúrgicos, mais 142 do que no mês anterior, sendo que destes, as especialidades de Cirurgia Geral (64), Cirurgia Vascular (34) e Ortopedia (32) foram as três com maior número de utentes operados.

Análise detalhada dos
3 Hospitais da Região
No caso do Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira (HSEIT), o número de utentes inscritos aumentou, entre Agosto e Setembro deste ano, de 2101 para 2153, registando-se portanto mais 52 inscritos nas LIC daquela unidade hospitalar. Comparando o mês de Setembro com o mesmo de 2020, verifica-se um aumento de 426 utentes.
Analisando, por especialidade, o número de propostas cirúrgicas em LIC, verifica-se que Oftalmologia, com 682; Ortopedia, com 600 e Cirurgia Vascular com 380 pessoas, são as que apresentam o maior número de utentes em espera. Estes números correspondem a um aumento de mais 54 propostas cirúrgicas face a Agosto e comparativamente com Setembro de 2019, de mais 543 propostas cirúrgicas. No HSEIT tinha no final de Setembro um total de 2433 propostas cirúrgicas, também mais 54 do que em Agosto. Comparativamente com Setembro de 2019, o número de propostas cirúrgicas nas diversas especialidades aumentou em 543 pessoas.
Quanto ao tempo médio de espera, diminuiu em 5 dias, passando agora a ser 366 dias enquanto em Agosto esse tempo fixava-se nos 371. Também comparativamente a Setembro de 2019, este tempo médio de espera sofreu uma diminuição de 42 dias.
Nos cancelamentos o número, comparando Agosto e Setembro de 2020, é praticamente idêntico passando de 30 para 29 entre estes meses. Já em Setembro do ano passado foram 80 os cancelamentos em LIC no HSEIT.
Também na vertente de operados, o valor cresceu quando comparados Agosto e Setembro deste ano. Este mês foram operadas 223 pessoas enquanto no anterior esse número tinha sido de 201. Por outro lado, em Setembro de 2019 foram operadas mais 9 pessoas do que este ano. As especialidades de Urologia (64), Cirurgia Vascular (60) e Ortopedia (35) foram aquelas onde foram realizadas mais intervenções cirúrgicas neste mês de Setembro.
O Hospital de Horta (HH) é o único nos Açores onde o número de utentes inscritos diminuiu entre Agosto e Setembro deste ano, passando de 1349 para 1306. Se a comparação for feita com o mês de Setembro de 2019, a diminuição de inscritos para LIC cifra-se nos 60.
Analisando o número de propostas cirúrgicas em LIC na unidade hospitalar da Ilha do Faial, verifica-se igualmente uma diminuição de 1400 propostas em Agosto, para 1348, portanto menos 52 propostas cirúrgicas. Comparando Setembro de 2019 com o mesmo mês deste ano, registam-se igualmente menos 74 propostas para a realização de cirurgias. Ortopedia com 813, Oftalmologia com 207 e Cirurgia Geral são as especialidades mais propostas para cirurgia em LIC.
Quanto ao tempo médio de espera este fixou-se em 397 dias no final de Setembro, menos 14 dias do que os que se registavam em Agosto. Já comparando os meses de Setembro deste ano com o do ano transacto, os utentes esperam em média mais 84 dias em 2020.
No item de cancelamentos em LIC no Hospital da Horta, regista-se um aumento de 39 em Agosto, para 67 em Setembro, mais 28 quando comparados os dois meses. Em 2019 o número de cancelamentos era de 48.
Relativamente ao número de utentes operados, o Hospital da Horta realizou mais 5 procedimentos se compararmos o mês de Agosto, em que foram efectuadas 122 cirurgias, com o de Setembro deste ano onde esse número aumentou para 127. Comparativamente ao período homólogo do ano passado, Setembro de 2019, foram operados menos 15 pessoas este ano. Oftalmologia (42), Ortopedia (24) e Cirurgia Geral (22) foram as especialidades com o maior número de operados durante o mês de Setembro deste ano.

Luís Lobão

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima