Catorze arguidos foram condenados por tráfico a penas de 2 a 11 anos pelo Tribunal de Angra

 O Juízo Central Cível e Criminal de Angra do Heroísmo condenou catorze arguidos por crimes de tráfico de estupefacientes agravados e um deles, em concurso efectivo, com crimes de detenção de arma proibida, em penas que variam entre os 11 e os 2 anos de prisão. 
Sete dos arguidos foram condenados em penas de prisão efectiva que se situam entre os 11 e os 6 anos. 
Seis foram condenados em penas de prisão suspensas na sua execução, com sujeição a regime de prova e um foi condenado em pena de multa. 
“O julgamento ocorreu num edifício situado fora do tribunal, adaptado para o efeito, devido ao grande número de arguidos, polícias e guardas prisionais”, lê-se no comunicado da Procuradoria da Comarca dos Açores.
Cinco dos arguidos estão sujeitos a prisão preventiva, “situação que se mantém até trânsito em julgado da decisão”. 
A investigação foi dirigida pelo MP da Praia da Vitória do DIAP dos Açores, coadjuvado pela Polícia Judiciária (Departamento de Investigação Criminal dos Açores).
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima