José Manuel Bolieiro e Vasco Cordeiro indicados pelo Governo português para o Comité das Regiões

 O Governo português vai indicar ao Conselho da União Europeia os nomes de José Manuel Bolieiro, Presidente do Governo Regional dos Açores e de Vasco Cordeiro, deputado à Assembleia Legislativa Região Autónoma dos Açores e ex-Presidente do Executivo açoriano, para membros efectivos do Comité das Regiões.
Tais indicações foram articuladas com o Primeiro-Ministro, com o Presidente do Governo Regional José Manuel Bolieiro e com Vasco Cordeiro, de forma a assegurar uma presença institucional do Governo dos Açores e de Portugal, nesta instituição europeia, garantindo igualmente as condições para que se cumpra o acordo alcançado no Comité das Regiões, em Fevereiro de 2020, entre todas as forças políticas nele representadas.
Este acordo previa a divisão da Presidência do Comité das Regiões entre as duas maiores forças políticas, nomeadamente o PPE e os S&D, em que Vasco Cordeiro foi o indicado pela família política socialista para ser o Presidente em Julho de 2022. Com esta solução, pode manter agora a posição de 1º Vice-presidente do Comité das Regiões, para que assuma posteriormente a pPresidência, o que representa a elevação da representação dos Açores. Na defesa do superior interesse dos Açores, esta nomeação tem um importante significado para a Região Autónoma dos Açores, bem como para a projecção externa de Portugal, lê-se numa nota do GaCS. Entretanto, em nota da Partido Socialista, refere que decisão do Conselho de Ministros, no seguimento de iniciativa do Primeiro-ministro, António Costa, e que foi conhecida sexta-feira, permite que, pela primeira vez, um português, neste caso, Açoriano, venha a presidir ao Comité das Regiões a partir de 2022.
“Esta é uma grande responsabilidade e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido, até porque julgo ser a primeira vez em que um deputado regional é nomeado para fazer parte, como membro efectivo, deste órgão da União Europeia”, adiantou Vasco Cordeiro.
Vasco Cordeiro confirma que esta nomeação “está directamente ligada à circunstância de, em Fevereiro deste ano, ter sido eleito 1º Vice-Presidente do Comité das Regiões, o que, no âmbito do acordo político entre os vários grupos políticos aí representados, levará a que, a partir de 2022, assuma a respectiva Presidência”.
Ao contrário do que então foi referido, “essa eleição não é da organização ou entidade que um membro representa, mas sim da pessoa individual, no âmbito do seu grupo político. Quer isto dizer, que não estando eu presente no Comité das Regiões, o próximo presidente seria, seguramente, socialista, mas de outra qualquer região da União Europeia”, acrescentou.   
Vasco Cordeiro saudou José Manuel Bolieiro como novo membro açoriano do Comité das Regiões, na qualidade de Presidente do XIII Governo dos Açores, e deixou um “agradecimento muito especial à Senhora Presidente da Câmara Municipal da Lagoa, Dr.ª Cristina Calisto que, cedendo o seu lugar de membro efectivo permitiu a minha nomeação e assegurou que um Açoriano possa aceder à presidência desse órgão da União Europeia”.O Comité das Regiões é a instituição europeia que tem de  ser consultada pela Comissão, pelo Conselho e pelo Parlamento Europeu quando está em causa legislação sobre matérias como Emprego, Política Social, Coesão Económica e Social, Transportes, Energia e Mudanças climáticas. 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima