Campeonato da Primeira Liga de Futebol

Igualdade entre Boavista e Santa Clara

O Clube Desportivo Santa Clara foi ao Estádio do Bessa Século XXI empatar com o Boavista a uma bola, em jogo a contar para a 13.ª jornada do campeonato da Primeira Liga de futebol, disputado no Sábado.
A formação caseira saiu na frente do marcador, graças a um golo de Nuno Santos, ao minuto 20, após um enorme passe de Show.
Contudo, o CD Santa Clara viria a empatar ainda antes do intervalo, num lance em que Crysan assiste Carlos Júnior com um excelente cruzamento.
O resultado não voltaria a alterar-se, pelo que ambas as equipas somaram um ponto. Os axadrezados têm agora 11, já o CD Santa Clara chega aos 15.

Jogo intenso e equilibrado

Na antevisão ao jogo, o treinador do CD Santa Clara já tinha avisado que o Boavista era “uma equipa de grande qualidade” e isso mesmo foi confirmado, especialmente no primeiro tempo, em que as coisas não correram assim tão bem. Mesmo assim, os “encarnados” de Ponta Delgada chegaram ao empate.
Daniel Ramos voltou a fazer história ao serviço do CD Santa Clara conquistando um ponto inédito num terreno difícil.
No segundo tempo, segundo Daniel Ramos, o jogo foi sempre pautado por grande equilíbrio e intensidade com as defensivas a anularem os ataques de cada uma das equipas. Para a história fica mais um ponto conquistado, fora de portas, num terreno tradicionalmente complicado para a equipa.
Carlos Júnior foi o homem do jogo

Para além de ter marcado, Caros Júnior foi considerado o homem do jogo e foi o responsável por mais um feito assinalável. Há 21 anos que o CD Santa Clara não marcava qualquer golo no Estádio do Bessa e o brasileiro, de cabeça, oportuno, como se tratasse de um ponta de lança, fê-lo.
O brasileiro apontou assim o seu terceiro golo na época, o segundo na Primeira Liga e o 12.º golo em duas épocas ao serviço do CD Santa Clara, um registo assinalável para um extremo. De recordar que o atleta já tinha facturado diante do CD Nacional e contra o Beira-Mar em jogo a contar para a Taça de Portugal.
Mas há mais futebol para além do golo. E Carlos Júnior, foi um autêntico dínamo na manobra ofensiva da equipa. Rematou, sempre inconformado, uma autêntica flecha em direcção à baliza, imprimindo velocidade na partida e transportando a equipa para a frente.

Jornada encerra com triunfo dos pacenses

O FC Paços de Ferreira deu continuidade à boa temporada ao bater fora de portas o Belenenses SAD por 2-0, no Domingo.
No jogo que encerrou a 13.ª jornada, Bruno Costa fez o primeiro golo da partida, aos 12 minutos, ao cobrar de forma eficaz um pontapé de penálti.
A incerteza no marcador perdurou até ao final, mas Diaby, aos 90+1m, desfez as dúvidas ao apontar o golo que confirmou a vitória dos castores.
Com este resultado, o FC Paços de Ferreira chega aos 22 pontos, já o Belenenses SAD mantém-se com 12.
Antes, o Farense tinha ganho, em casa, ao Gil Vicente por 3-1.

 

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima