PSD/A diz que Vasco Cordeiro “acorda” para a defesa da Região

 O líder parlamentar do PSD/Açores saudou ontem o facto do Presidente do Partido Socialista “acordar finalmente” para a defesa dos interesses da Região, referindo que “foi preciso esperar pelo décimo estado de emergência” para ver Vasco Cordeiro contestar a introdução do princípio da continuidade territorial no decreto presidencial.
“O PSD regista a atitude do deputado Vasco Cordeiro, regozijando-se com o facto de acordar finalmente para a defesa dos poderes e interesses da Região. Foi preciso esperar pelo décimo estado de emergência para contestar a introdução do princípio da continuidade territorial na declaração do estado de emergência, mas mais vale tarde que nunca”, afirmou Pedro do Nascimento Cabral.
Segundo o Presidente da bancada social-democrata, “o Partido Socialista, enquanto teve responsabilidades governativas nos Açores, limitou-se a abordar timidamente os termos das declarações de estado de emergência e nunca levantou a voz perante a recusa do Governo da República em encerrar os aeroportos dos Açores no início da pandemia”.
“O PSD saúda a atitude do deputado Vasco Cordeiro, esperando que este comportamento seja duradouro e não apenas uma prova de vida partidária, numa altura em que são cada vez mais as vozes a exigir uma renovação no Partido Socialista dos Açores”, disse Pedro do Nascimento Cabral.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima