Porto de Ponta Delgada vai ter rebocador de 7 milhões de euros

O Governo Regional dos Açores vai celebrar um contrato com a Portos dos Açores com vista à aquisição de um novo rebocador que vai custar entre 7 a 8 milhões de euros, apurou o Correio dos Açores.
 O contrato vai ser assinado entre a empresa responsável pela gestão dos portos açorianos e o Fundo Regional de Apoio à Coesão e ao Desenvolvimento Económico. Na resolução do Conselho de Governo, o Executivo regional considera que é “necessário proceder à aquisição de um rebocador para o Porto de Ponta Delgada, acção que já foi incluída na reprogramação da candidatura ao COMPETE 2020 – Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (…) com o objectivo de melhorar as condições de operacionalidade daquele porto”, lê-se.
Na minuta do contrato especifica-se que o Fundo Regional de Apoio à Coesão e Desenvolvimento Económico “obriga-se a transferir para a Portos dos Açores, S.A., nos anos económicos de 2021 e 2022, o montante de 1.075.741 € (um milhão, setenta e cinco mil, setecentos e quarenta e um euros), que corresponde ao financiamento regional no investimento (à volta de 15% do investimento).
Este montante regional será repartido pelos anos económicos de 2021 e 2022, sendo que, já este ano, serão transferidos 753.019 euros e no próximo ano 322.722 euros para a empresa pública regional.
”No caso da Portos dos Açores, S.A., beneficiar de algum apoio suplementar proveniente de outras fontes de financiamento e destinado” à aquisição do rebocador, (...) o montante da comparticipação financeira a atribuir ao abrigo do presente contrato é proporcionalmente reduzido no valor daquele apoio suplementar”.
O actual Presidente do Conselho de Administração da Portos dos Açores, Luís Machado da Luz, avançou que o concurso para a aquisição deste novo rebocador deverá ser lançado ainda durante este ano e que a expectativa passa por “daqui a um ano e meio”, a empresa já ter este novo equipamento a operar. O novo rebocador terá como função desempenhar operações portuárias no Porto de Ponta de Delgada e vem substituir o ‘São Miguel’, que data de 1974 e que “se encontra já obsoleto”, referiu Machado da Luz. O Presidente do Conselho de Administração da empresa pública afirmou ainda que o ‘São Miguel’, após a chegada do novo equipamento, “será abatido”. Machado da Luz destacou igualmente que o novo rebocador será claramente “melhor do que o actual” e que uma das suas características passará por poder realizar uma rotação de 360º graus sobre si mesmo. O novo equipamento terá um custo entre os sete e os oito milhões de euros e para a sua aquisição, são necessários fundos europeus.
O rebocador terá 70 toneladas de força de tracção.
Existem presentemente quatro rebocadores atracados nos portos açorianos; dois no Porto de Ponta Delgada, um no Porto da Praia da Vitória e outro no Porto da Horta.       
                                     

Luís Lobão

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima