Amar a Vila de Rabo de Peixe, sem lá ter nascido

É um exemplo de cidadão Açoriano que nunca esquece as suas origens e que ajuda no que pode e como pode, nomeadamente em organizações culturais.
Trata-se de António Cardoso, pintor, hoje reformado, nascido em São Pedro, cidade de Ponta Delgada e criado com a família do famoso e saudoso desportista, João Maciel, que foi um grande guarda-redes, não só em São Miguel, como na Terceira e na Madeira.
Emigrou para os Estados Unidos em 1969 fixando-se em Central Falls, depois mudou-se para East Providence, ambas as cidades em Rhode Island e mais tarde para Seekonk, em Massachusetts. 
Fundou a sua própria companhia de pintura “Tony Cardoso & Sons.,” tendo-a recentemente vendido, mas mantendo interesses na mesma.
Amante de filarmónicas, é membro das Bandas de Fall River – Nossa Senhora da Luz e Banda Filarmónica Santa Cecília.
António Cardoso é ainda membro da Sociedade Cultural Açoriana, de Fall River.
 Numa das visitas da Banda Lira do Norte de Rabo de Peixe à Nova Inglaterra, reparou que a Bandeira não estava nas melhores condições e prontamente informou Heitor Sousa que iria oferecer uma Bandeira.
Depois encontrou Manuel Estrela no restaurante Tabacaria Açoriana e, sabendo que era de Rabo de Peixe, contou-lhe o que iria oferecer, mas Estrela informou-o que era da Banda Progresso do Norte, a outra filarmónica de Rabo de Peixe. Cardoso, imediatamente disse que ofereceria a esta Banda, também uma Bandeira. E assim foi. Hoje as Bandeiras daquelas duas Bandas foram oferecidas por Tony Cardoso,
Para além disso são vários os instrumentos oferecidos por Tony Cardoso àquelas duas filarmónicas.
Em Rabo de Peixe, Tony Cardoso é respeitado e admirado, como sendo um benemérito.
Como aconteceu esse carinho para com Rabo de Peixe?
Cardoso explicou:
“Numa das minhas idas a São Miguel, falei com Manuel Estrela e ele convenceu-me a visitar Rabo de Peixe e aí encontrei por acaso o então Presidente da Banda Lira do Norte, Mariano Gouveia, que me recebeu muito bem, assim como toda a gente. 
Fiquei instalado em casa de um dirigente desta Banda, afilhado de Manuel Estrela, onde fui muito bem tratado e ficamos amigos. Depois também conheci pessoas da Banda Progresso do Norte e fiz novas amizades.
Hoje tenho muitos amigos em Rabo de Peixe e gosto muito desta Vila. O Manuel Estrela é muito considerado na sua terra natal, por ter sido ele o principal fundador dos Amigos de Rabo de Peixe, e o principal iniciador do movimento da elevação de Rabo de Peixe a Vila, para além de ter sido presidente da Banda Progresso do Norte e um dos principais iniciadores do futebol em Rabo de Peixe, tendo sido jogador, fundador e presidente de um dos clubes locais de então (década de 1960). Gosto muito de Rabo de Peixe e do seu povo,” disse Cardoso a O Jornal
Em Dezembro passado Tony Cardoso esteve em Rabo de Peixe, levou instrumentos para as Bandas de Música, falou com o novo padre que lá está e gostou também de o conhecer, mas reparou que as portas da Igreja Paroquial precisavam de ser pintadas e imediatamente ofereceu-se para pagar as despesas respectivas.
Por tudo isso Tony Cardoso é um benfeitor da Vila de Rabo de Peixe, terra que ama, sem ter lá nascido.
Infelizmente, referiu Tony Cardoso, “muita gente fala de Rabo de Peixe, sem conhecer bem esta Vila nem o seu povo, e muitas das pessoas que por lá passaram, como padres, professores, polícias e guardas-fiscais, só falam bem desta terra.”

O Jornal/ Correio dos Açores

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima