Vão ser criados mais 26 novos lotes no Parque Industrial de Vila Franca

 A Câmara Municipal de Vila Franca do Campo deliberou abrir concurso público  para a celebração do contrato de empreitada de obra pública, intitulada: “Construção do Parque Empresarial de Vila Franca do Campo – Fase 2” 
O presidente da Câmara Municipal, Ricardo Rodrigues, apresentou uma planta demonstrativa da futura disposição e áreas dos 26 lotes a construir e explicou que a aquisição do terreno onde vai ser feita a construção foi realizada pela empresa Vila Parques (da qual a Autarquia detém cerca de 18,87 por cento, enquanto a Vigobloco detém 81,13 por cento).
Foi a Vigobloco quem avançou com cerca de um milhão de euros para a aquisição do terreno. Segundo Ricardo Rodrigues, o acordo existente visa efectuar uma escritura de direito de superfície para a Câmara Municipal, possibilitando, assim, a candidatura da obra a fundos comunitários. 
Ricardo Rodrigues  explicou que o custo dos lotes, na sua futura venda, vai ter em conta a necessidade de ressarcir a Vigobloco, no valor que investiu para aquisição do terreno, e ressarcir a Câmara Municipal no investimento feito, quer na construção da via de acesso ao local, quer na obra a realizar (respeitante a 15 por cento do valor total, sendo os restantes 85 por cento proveniente de fundos comunitários). 
O vereador Gonçalo Patrício Dias explicou que a Câmara Municipal “não vai obter lucros com a venda dos lotes, ao mesmo tempo arranjando um espaço para que se possa desenvolver o tecido empresarial no Concelho”.
O prazo de execução da obra é de oito meses.
O Parque Industrial de Vila Franca do Campo está totalmente preenchido e têm surgido novos interesses na instalação de empresa, razão porque uma empresa privada se mostra apostada em investir na sua ampliação.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima