19 de setembro de 2021

Recados com Amor...

Meus Queridos! Fiquei para Deus me levar, ao saber que o Governo do Primeiro-ministro António Costa deu o dito por não dito, quando agora, em despacho publicado no Diário da República, o Governo da República assume que irá apoiar em 198 milhões de euros os prejuízos causados pelo furacão Lorenzo. Ora, como se lembram e está registado o anterior Governo dos Açores, presidido pelo meu rico Presidente Vasco Cordeiro, tinha assumido que os prejuízos provocados pelo furacão Lorenzo eram no valor de 330 milhões, e o Governo de António Costa tinha decidido suportar 280 milhões de euros dos 330 milhões de custos previstos. António Costa  recua e decide atribuir apenas vai suportar os estragos do furacão num valor até 198 milhões e euros. Acrescenta o despacho que, do total assumido pela República, 168.300 mil euros serão pagos no âmbito da programação dos fundos comunitários do ‘Portugal 2030’ e que “é assegurado através de transferências do Orçamento do Estado, dos quais 20 milhões de euros foram já transferidos para a Região. Ora, a minha comadre Angélica diz que não percebe porque é que esse assunto não foi tratado na reunião entre o Governo Regional do meu rico Presidente Bolieiro e o Governo da República de António Costa, e que o resultado quanto aos processos objecto de discussão… mereceram rasgados elogios do Presidente do Governo Regional, ao ponto de ter considerado aquela reunião como histórica, esquecendo outras reuniões que aconteceram ao longo dos 45 anos de Autonomia, algumas das quais com resultados históricos para os Açores e outras certamente com resultados dignos de esquecimento. Parece que o Presidente Bolieiro foi apanhado agora de surpresa e  a minha comadre Angélica diz que não sabe porque razão esta matéria não foi incluída na reunião magna entre governos, e espera para ver a resposta que o Primeiro-ministro António Costa vai engendrar para dar o dito por não dito…. É por esta e por outras que a credibilidade dos  políticos anda pelas ruas da amargura…

Meus Queridos! Fiquei para Deus me levar, ao saber que o Governo do Primeiro-ministro António Costa deu o dito por não dito, quando agora, em despacho publicado no Diário da República, o Governo da República assume que irá apoiar em 198 milhões de euros os prejuízos causados pelo furacão Lorenzo. Ora, como se lembram e está registado o anterior Governo dos Açores, presidido pelo meu rico Presidente Vasco Cordeiro, tinha assumido que os prejuízos provocados pelo furacão Lorenzo eram no valor de 330 milhões, e o Governo de António Costa tinha decidido suportar 280 milhões de euros dos 330 milhões de custos previstos. António Costa  recua e decide atribuir apenas vai suportar os estragos do furacão num valor até 198 milhões e euros. Acrescenta o despacho que, do total assumido pela República, 168.300 mil euros serão pagos no âmbito da programação dos fundos comunitários do ‘Portugal 2030’ e que “é assegurado através de transferências do Orçamento do Estado, dos quais 20 milhões de euros foram já transferidos para a Região. Ora, a minha comadre Angélica diz que não percebe porque é que esse assunto não foi tratado na reunião entre o Governo Regional do meu rico Presidente Bolieiro e o Governo da República de António Costa, e que o resultado quanto aos processos objecto de discussão… mereceram rasgados elogios do Presidente do Governo Regional, ao ponto de ter considerado aquela reunião como histórica, esquecendo outras reuniões que aconteceram ao longo dos 45 anos de Autonomia, algumas das quais com resultados históricos para os Açores e outras certamente com resultados dignos de esquecimento. Parece que o Presidente Bolieiro foi apanhado agora de surpresa e  a minha comadre Angélica diz que não sabe porque razão esta matéria não foi incluída na reunião magna entre governos, e espera para ver a resposta que o Primeiro-ministro António Costa vai engendrar para dar o dito por não dito…. É por esta e por outras que a credibilidade dos  políticos anda pelas ruas da amargura…

 

Print
Autor: CA

Categorias: Maria Corisca

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima