Central Geotermica do Pico Vermelho está há três meses parada devido a avaria no alternador

 A Empresa de Electricidade dos Açores confirmou ontem ao Correio dos Açores que uma avaria no alternador imobilizou desde Setembro a Central Geotérmica do Pico Vermelho, na encosta Norte da Lagoa do Fogo e a empresa está a chegada do material necessário à sua reparação, encomendado ao fabricante do equipamento.
Entre Janeiro e Novembro deste ano, registou-se uma diminuição de 22,4 milhões de kWh na produção de electricidade com base na geotermia. De facto, a produção de energia geotérmica passou de 174,9 milhões de kWh de energia geotérmica nos primeiros onze meses de 2020 para 152,5 milhões de kWh no mesmo período deste ano.
Esta redução significativa a produção de electricidade com base na energia geotérmica deve-se a uma quebra acentuada em Setembro, Outubro e Novembro. Em Setembro de 2020 a produção de energia geotérmica fora de 13.094.615 kWh, diminuído, no mesmo mês de 2021 para 7.579.143 kWh. Em Outubro de 2020 a produção de energia geotermia foi de 17.786.047 kWh, passando para 5.734.729 kWh no mesmo período deste ano. Em Novembro de 2020 a produção de energia geotérmica foi de 16.812.096 kWh, passando para 5.859.530 kWh no mesmo período deste ano.
Segundo a EDA , o contributo médio mensal da Central Geotérmica do Pico Vermelho é de 7,5 milhões de kWh e que esta Central, de Janeiro a Novembro do ano passado, foi responsável pela produção de 21% da energia eléctrica emitida na ilha de São Miguel.
 Por outro lado, também se verificou no mesmo período uma manutenção programada de um dos grupos da Central Geotérmica da Ribeira Grande, o que reduziu a respectiva produção, informa a empresa.

Aumentou consumo de fuel

Verificou-se, nos primeiros onze meses de 2021, um aumento de produção de energia eléctrica nos Açores na ordem dos 32,3 milhões de kWh em comparação com o ano anterior.
Pelas estatísticas divulgadas pelo Serviço Regional de Estatística, a EDA produziu 757 milhões de kWh de energia de Janeiro a Novembro deste ano quando, em 2020, tinha produzido 718,7 milhões de kWh de energia.
Este aumento de produção de energia nos primeiros onze meses no arquipélago resultou, sobretudo, de um aumento da produção electricidade com base no fuel que passou de 386,3 milhões de kWh em 2020 para 434,8 milhões de kWh nos primeiros onze meses deste ano, o que representa um aumento anual de 48,5 milhões de kWh de electricidade.
Entre Janeiro e Novembro deste ano aumentou a produção de electricidade a partir da energia hídrica em 3,9 milhões de kWh, passando de 27,5 kWh em 2020 para 31,4 kWh no mesmo período de 2021.
Nos primeiros nove meses do ano, aumentou igualmente a produção de electricidade a partir da energia eólica em 7 milhões de kWh, passando de 49,2 kWh em 2020 para 57,2 milhões de kWh no mesmo período deste ano.
A produção de energia fotovoltaica praticamente duplicou nos primeiros onze meses do ano passando de 953,3 mil kWh de em 2020 para 1.439 mil kWh no mesmo período deste ano.
A produção com origem fotovoltaica registou. Assim, um aumento de 51,6% em resultado da entrada em serviço do parque fotovoltaico de Santa Maria, o qual já emitiu para a rede este ano, até Novembro, 468 mil kWh.


2021 seria melhor que 2020

No entender da Empresa de Electricidade dos Açores, “se não fosse a avaria verificada na Central Geotérmica do Pico Vermelho, o ano de 2021 seria até melhor do que o ano de 2020 na produção de energia eléctrica com origem renovável, pois verificou-se, até ao final de Novembro, um crescimento da produção eólica e hídrica de 15,3% e 14,1%, respectivamente”. Neste mesmo período, revela a empresa, o aumento da produção a fuel verificou-se apenas para fazer face à referida indisponibilidade da Central Geotérmica do Pico Vermelho e a  produção a gasóleo até reduziu 2,4% em relação ao ano anterior”.
A Empresa de Electricidade dos Açores assinala, a propósito, que tem em curso “um importante conjunto de novos empreendimentos em aproveitamentos de energias renováveis e sistemas de reserva rápida do tipo BESS (baterias), num investimento total de cerca de 181 milhões de Euros, o qual, no estado actual da arte, permitirá maximizar a penetração de produção renovável nos pequenos e isolados sistemas eléctricos dos Açores”.
 

Consumo de Electricidade
aumenta mais no Comércio
e Serviços

Entretanto, de Janeiro a Novembro deste ano, o Consumo de electricidade nos Açores aumentou na ordem dos 39,1 milhões de KWh, passando de 658,1 milhões de KiloWh em 2020 para 697,2 milhões de KWh no mesmo período de 2021.
Foi no consumo doméstico que se verificou o maior aumento (14 milhões de KWh), passando de 238,8 milhões de KWh nos primeiros onze meses de 2020 para 252,8 milhões de KWh no mesmo período de 2021.
A tendência de consumo de electricidade, de Janeiro a Novembro de 2021, também foi crescente na indústria (mais 2,8 milhões de KWh de electricidade), passando de 122,9 milhões de KWh nos primeiros onze meses do ano de 2020 para 125,7 milhões de KWh no mesmo período de 2021.
Em ‘outras indústrias’ também aumentou o consumo de electricidade (mais 2,5 milhões de KWh), passando de 121,2 milhões de KWh nos primeiros onze meses de 2020 para 123,7 milhões de KWh no mesmo período de 2021.
O consumo de elctricidade aumentou, igualmente, nos serviços públicos regionais, passando de 63,1 milhões de KWh nos primeiros onze meses de 2020 para 66,6 milhões de KHh no mesmo período de 2021.
E até na iluminação pública também se verificou um aumento sensível do consumo de electricidade, passando de 21,1 milhões de KWh de electricidade nos primeiros onze meses de 2020 para 23,6 milhões de KWh no mesmo período de 2021.
Mas, o maior aumento no consumo de electricidade de Janeiro a Novembro deste ano verificou-se no Comércio e Serviço  (mais 21 milhões de KWh), passando de 209,6 milhões de KWh em 2020 para 230,7 milhões de KWh no mesmo período deste ano.
A EDA regista que, em termos de mobilidade eléctrica (nomeadamente viaturas eléctricas), se registou de Janeiro a Novembro deste ano, um consumo de 93.819 KWh de electricidade.
                                        

Print
Autor: João Paz

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker