Nestlé Portugal vende PROLACTO na Lagoa à alemã Quantum Capital Partners

A Nestlé Portugal vai vender a PROLACTO – Lacticínios de S. Miguel, S.A., a companhia que detém a sua fábrica de leite em pó na Lagoa, em São Miguel, à Quantum Capital Partners. A transacção estará concluída nas próximas semanas. Os termos do negócio não foram revelados, segundo o comunicado, no qual é referido que a comunicação da intenção de venda foi dada a conhecer ontem pela própria empresa. A Quantum Capital Partners, uma companhia internacional de investimento baseada em Munique, na Alemanha, que adquire o negócio à Nestlé, expressou as suas intenções de alavancar a total capacidade de produção da fábrica para produzir leite em pó e desenvolver o respectivo portefólio, bem como continuar a desenvolver parcerias de negócio sustentáveis a longo prazo com os produtores de leite locais e as respectivas cooperativas, mantendo a actual força de trabalho. Paolo Fagnoni, Administrador-delegado e Director-geral da Nestlé, citado na nota de imprensa, disse: “A Nestlé está presente nos Açores desde 1971. Durante muitos anos a Nestlé produziu inúmeros produtos baseados no leite e, mais recentemente, passou a produzir exclusivamente leite em pó utilizado como ingrediente, o qual é vendido internamente a outras fábricas da Nestlé. No seguimento do anúncio, em Agosto de 2017, de que a Nestlé iria explorar opções estratégicas para a fábrica, estamos muitos satisfeitos por termos chegado a acordo com a Quantum Capital Partners, que demonstrou desde os primeiros contactos a ambição de alavancar a capacidade de produção da fábrica e assegurar um modelo de negócio sustentável no longo prazo, baseado no relacionamento com os stakeholders locais e mantendo a axtual equipa. A Nestlé está confiante que, pela sua experiência anterior, a Quantum Capital Partners terá sucesso e criará valor para as comunidades de S. Miguel e dos Açores, expandindo internacionalmente o valor da qualidade açoriana.” Steffen Görig, CEO da Quantum Capital Partners referiu, citado no mesmo documento,: “A PROLACTO está em actividade há muitos anos na ilha de S. Miguel e tem uma experiência e uma reputação únicas, que são resultado do trabalho desenvolvido pelos seus colaboradores. Acredito que a experiência internacional da Quantum Capital Partners irá contribuir para criar muitas oportunidades para continuarmos a desenvolver a atividade da PROLACTO, contribuindo de forma sustentável para a economia da Região. A Nestlé continuará a ser um parceiro fundamental para o futuro.” Segundo a mesma nota, desde o início das negociações que os Colaboradores, autoridades locais, parceiros de negócio e outros stakeholders nacionais e regionais foram devidamente informados acerca do processo e dos seus desenvolvimentos. Do que foi dado a conhecer, a empresa que vai adquirir a PROLACTO na Lagoa é uma companhia internacional de investimento em crescimento acelerado, foca-se em negócios com considerável potencial de desenvolvimento, como por exemplo activos de grandes conglomerados, assegurando às respectivas companhias um futuro rentável e sustentável através do seu apoio empresarial. Desde o seu estabelecimento em 2008, adquiriu uma variedade de companhias e áreas de negócio de companhias globais como a Robert Bosch GmBH, Stora Enso, Dürr, Airbus, Tenneco e Norsk Hidro. Recorde-se que a Nestlé está em Portugal desde 1923, contando com 95 anos de investimento e tem actualmente 1922 colaboradores, tendo gerado em 2017 um volume de negócios de 486 milhões de euros. Tem duas fábricas em Portugal: uma fábrica de café torrado no Porto (NESCAFÉ, BUONDI, SICAL, TOFA e CHRISTINA) e uma fábrica de produtos à base de cereais em Avanca, concelho de Estarreja (CERELAC, NESTUM, CHOCAPIC, MOKAMBO, entre outras marcas) e ainda um centro de distribuição (Avanca) e cinco delegações comerciais espalhadas pelo continente e ilhas, como explicita a nota de imprensa.
Print
Autor: N.C.

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima