Feijoada brasileira junta imigrantes a residir nos Açores

Para a segunda edição da “Feijoada Brasileira da ASIBA” tudo estava pronto para degustar um prato típico brasileiro e ajudar ao convívio entre os imigrantes brasileiros que se encontram a residir nos Açores, em especial em São Miguel. O almoço decorreu no Domingo e juntou perto de cem pessoas que responderam ao apelo da ASIBA – Associação dos Imigrantes Brasileiros dos Açores, para um convívio entre brasileiros e ao mesmo tempo divulgar a associação. Mas para se degustar uma típica feijoada brasileira, houve trabalho a fazer antecipadamente e a cozinheira, Rosaine de Sousa, contou com a ajuda de Sílvia Simão e Débora Leão, para preparar tudo como se fosse no Brasil. Primeiro prepararam-se as carnes que depois da selagem, foram cozinhadas com feijão preto. No próprio dia do almoço foi feito o arroz branco “com farofa de bacon e ovos e cheiro verde” e foi também preparada a couve mineira “que se passa na frigideira com alho” e as rodelas de laranja a acompanhar. Entre as várias bebidas, a caipirinha não podia faltar e Marcelo Meneses, o responsável pela confecção da típica bebida, admite que um dos segredos para uma boa caipirinha “é não se sentir a cachaça”. Comida e bebidas prontas, à medida que os convidados iam chegando foram sendo encaminhados para a exposição sobre “a História do dinheiro brasileiro” onde era possível ver notas e moedas antigas originárias do Brasil. A par da exposição, também houve uma demonstração de futebol de mesa (futmesa) que terá um evento próprio no próximo dia 27 de Maio, pelas 10 horas, na Escola Secundária Domingos Rebelo. O objectivo, confirma Jairo Silva Presidente da Associação dos Imigrantes Brasileiros dos Açores, é trazer um jogador de futebol de mesa com raízes açorianas, directamente do Brasil. Uma forma de divulgar esta modalidade popular no Brasil. C.D.
Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima