Residentes nos Açores deixam de pagar para entrar na zona dos cozidos na Lagoa das Furnas

Depois do anúncio do Governo de que os residentes não pagam para entrar nas caldeiras da Ribeira Grande, agora chegou a vez da Povoação anunciar que entrar na zona dos cozidos da Lagoa da Furnas deixa de ser pago para residentes na Região Autónoma dos Açores. A medida levada pela Câmara da Povoação foi aprovada em Assembleia Municipal e entra já em vigor a partir do dia um de Abril do corrente ano. O mesmo se aplica ao estacionamento que deixa de ser cobrado também para todos os açorianos com residência fixa nas ilhas. Isso é possível comprovar mediante a apresentação do cartão de cidadão. Aos turistas continentais e estrangeiros serão pedidos 2 euros, em vez dos 50 cêntimos, mas também deixam de pagar estacionamento. Desde 2015 que a Zona dos cozidos da Lagoa das Furnas está sob a responsabilidade da Câmara Municipal da Povoação, mediante protocolo assinado com o Governo Regional, alteração que veio a traduzir-se em melhorias significativas, designadamente no que à segurança, manutenção, limpeza e vigilância do espaço, diz respeito. O Presidente da Câmara, Pedro Melo, explicou que são medidas muito positivas para quem vive nos Açores, já que os residentes poderão visitar aquele local sem ter de pagar para desfrutar dele. O montante angariado com as entradas dos turistas e algum do orçamento da própria Câmara será reinvestido em novos investimentos naquela zona, onde futuramente está a ser pensada, caso seja possível, duas vias de entrada para melhor fluir o trânsito, especialmente nas horas de ponta; muito em breve será colocado mais equipamento de mobiliário urbano, nomeadamente bancos de jardim e num futuro próximo serão renovadas as casas de banho da área. No entanto, o autarca da Povoação alertou “qualquer coisa que possamos fazer naquela zona temos de ter muita atenção porque é um espaço considerado virgem. Lembro-me que quando foi na altura de colocarmos os passadiços para segurança dos visitantes tivemos algumas resistências. Portanto, percebo que temos de ter algum cuidado com as melhorias que formos introduzindo”. Recorde-se que a medida introduzida para pagar a entrada na zona do Cozido das Furnas foi tomada na anterior gestão de Carlos Ávila, a maneira encontrada para disciplinar o espaço, mas na altura encontrou resistência por parte dos locais.
Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima