Confrontos com água na Avenida do Infante

A ‘batalha de limas’, com sete equipas e oito camiões, levou centenas de combatentes, vários turistas e imensas viaturas bem fechadas à Avenida do Infante D. Henrique. A tradição saiu reforçada, quer nos momentos de maior confronto, como, sobretudo, nos momentos de convívio. Esta chamada ‘batalha e limas’ ganha força pelo civismo como decorrem os embates, com milhares de sacos de plásticos com água a voarem entre camiões e dos camiões para os combatentes da Avenida e vice-versa. Mas também pelos momentos de confraternização que se geram antes e depois dos confrontos. Seria até interessante que, no final da batalha, houvesse um momento de convívio mais alargado que reunisse os combatentes de todos os camiões com os que fazem ‘fogo’ a partir do passeio da Avenida com muitas malassadas, refrigerantes, cervejas e também, para quem quisesse, chá e café. É com estes contornos que a ‘batalha de limas’ poderá ganhar maior dimensão e envolver um crescente número de turistas. E o facto é que, tal como anunciou o Correio dos Açores em ‘primeira mão’, são já em número significativo os turistas que procuraram a batalha de limas, graças à promoção que a ‘Azores Airlines’ fez do evento, que pode fazer parte do roteiro turístico do Carnaval em São Miguel.
Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima