Campos de golfe custam meio milhão por ano e ainda não houve propostas para compra apesar de “manifestações de interesse” Ler mais

Campos de golfe custam meio milhão por ano e ainda não houve propostas para compra apesar de “manifestações de interesse”

Quando, em 2018, o Governo Regional anunciou que iria adquirir os dois campos de golfe de São Miguel, depois da VerdeGolf entrar em processo de insolvência, o objectivo era salvaguardar os 54 postos de trabalho e desenvolver esforços para que os campos de golfe fossem devolvidos a privados. Dois anos depois continuam públicos, geridos pela Ilhas de Valor, e a manutenção custa meio milhão de euros por ano, sendo que 70% deste valor diz respeito a custos com pessoal. Os estrangeiros representam cerca de 70% da facturação. Os estrangeiros residentes, e alguns não residentes, são 30% dos utilizadores. Com a pandemia, 50% das reservas foram canceladas.
 

Theme picker

Revista Pub açorianissima