“Os açorianos vivem no seu interior a fé e devoção no Espírito Santo...” Ler mais

“Os açorianos vivem no seu interior a fé e devoção no Espírito Santo...”

“Se nós não ajudamos o povo a viver esta religiosidade popular dentro daquilo que é a doutrina da Igreja, isto, no fim, fica reduzido somente a uma expressão popular sem a ligação à Igreja. Às vezes, corre-se este risco. Eu tenho a experiência, nos quase 20 anos em que estive nos Açores, de que os padres, os pastores, sempre tiveram uma certa preocupação de estarem presentes a ajudar o povo a viver, cada vez mais, com a real autenticidade, aquilo que era a fé e a devoção ao Divino Espírito Santo”, alerta o Bispo D. António que, ao longo do seu bispado de 20 anos nos Açores constatou, com naturalidade, que há açorianos que não vão todos os domingos à missa mas “têm uma grande fé e devoção sincera ao Divino Espírito Santo”
 

O Divino Espírito Santo nos Açores Ler mais

O Divino Espírito Santo nos Açores

É deveras impressionante a expansão do culto do Divino no nosso Arquipélago. Diz-se que foi trazido de Portugal pelos franciscanos, que terão acompanhado os primeiros povoadores e que terá sido a Rainha Santa Isabel a introduzi-lo no nosso País, fazendo coroar um pobre, por alturas do Pentecostes, na sua vila de Alenquer. O certo, porém, é que tais celebrações só se mantiveram sem interrupção nas nossas Ilhas e daqui foram levadas para toda a extensão da diáspora açoriana.

Theme picker

Revista Pub açorianissima