A Matemática é difícil, requer treino e tem de ser  ensinada de forma lúdica e com boa comunicação,  defende o professor Carlos Marinho Ler mais

A Matemática é difícil, requer treino e tem de ser ensinada de forma lúdica e com boa comunicação, defende o professor Carlos Marinho

No âmbito do 20ª aniversário da Escola Secundária da Lagoa,  o professor Carlos Marinho, do Porto, promove três palestras: uma para professores, que decorreu ontem, e duas para alunos, que serão proferidas hoje sob o lema “A Matemática tem magia”. Também trouxe na bagagem a sua nova obra sobre Matemática e Ciência “Só Me Arranjas problemas!”, livro que tem agora na Região a sua apresentação oficial. Carlos Marinho, com doutoramento em Matemática, tem andado pelo pais a dar palestras de índole matemática e educativa. É autor de centenas de artigos de opinião em jornais e revistas.

 

Banco Alimentar precisa que a população doe alimentos para ajudar 500 famílias Ler mais

Banco Alimentar precisa que a população doe alimentos para ajudar 500 famílias

Luísa César também faz questão de salientar que o Banco Alimentar “não escolhe as famílias que vão receber os cabazes. Trabalhamos em rede com o Instituto de Acção Social. 80% das famílias a quem nós damos alimentos são escolhidas pelos técnicos do Instituto. As restantes 20% são pedidos que recebemos das associações, que são também a nossa rede espalhada na ilha. O Banco Alimentar acredita que os pedidos que cheguem são, de facto, de situações de pessoas que precisam.

“Todas as instituições de Educação deveriam  promover o desenvolvimento de competências  de sustentabilidade e protecção do meio ambiente” ambiente, geram catástrofes naturais, doenças e pandemias. Ler mais

“Todas as instituições de Educação deveriam promover o desenvolvimento de competências de sustentabilidade e protecção do meio ambiente” ambiente, geram catástrofes naturais, doenças e pandemias.

Teresa Neves, Directora Comercial na empresa de família, vai lançar a sua primeira obra no próximo Sábado. Licenciada em línguas e Literaturas Modernas: Variante Inglês/Alemão na Universidade Nova de Lisboa e com uma pós-graduação em Literatura Inglesa Contemporânea na Universidade de Londres, foi tradutora oficial da Supreme Court, Parliament Square, em Londres, professora de Inglês na Internacional House e na Escola Secundária Domingos Rebelo, optando depois por abraçar projectos na área comercial, os quais permitem-lhe conhecer muitos lugares e culturas. Nessas viagens, com um olhar de integração, colheu vivências que partilha através da escrita. Teresa Neves apresenta-se com um espírito crítico sobre os problemas sociais, de ajuda ao outro,  mas também, fruto da sua formação académica, com um olhar atento ao que se passa na Cultura e na Educação. “Uma educação que promova apenas o crescimento económico, pode levar a um aumento de padrões de consumo insustentáveis que desequilibram o meio ambiente, geram catástrofes naturais, doenças e pandemias”, opina a entrevistada.

“Não faz sentido” os Açores e a Madeira  continuarem de “costas voltadas”, pois  “é mais o que nos une do que o que nos separa” Ler mais

“Não faz sentido” os Açores e a Madeira continuarem de “costas voltadas”, pois “é mais o que nos une do que o que nos separa”

Carlos Madruga da Costa é o Presidente da mais jovem Casa dos Açores recentemente inaugurada no Funchal, tendo estado presentes o Presidente do Governo Regional da Madeira, o Vice-presidente e o Secretário Regional das Comunidades do Governo dos Açores. O açoriano que se fixou na Madeira, por  via do casamento, diz que a integração dos açorianos na Madeira é boa e que a aproximação dos dois arquipélagos pode ser profícua em várias áreas, quer seja a cultura, a artística, bem como empresarial.

Professor do Conservatório e pianista defende a criação de um circuito cultural para promover a música original açoriana em todas as ilhas Ler mais

Professor do Conservatório e pianista defende a criação de um circuito cultural para promover a música original açoriana em todas as ilhas

Cristóvão Ferreira, sempre com o apoio da família, começou a descobrir as notas musicais ainda em tenra idade. No Conservatório começou por aprender violoncelo, por não haver vagas disponíveis para piano, mas sabia que a sua vida estava naquele instrumento, e assim que foi possível, trocou as cordas pelas teclas. Hoje é um jovem talento. Com 27 anos, já tem bom percurso no mundo musical, não só na Região como no exterior. O jazz é a sua paixão. A única referência familiar que tem como músico profissional é o primo, Rafael Fraga. Para que a cultura musical se intensifique e crie uma identidade açoriana defende a criação de um circuito cultural no arquipélago.

Vacinação contra a gripe e a terceira dose contra a Covid-19 está a decorrer em bom ritmo em todas as ilhas para evitar contágios no Natal Ler mais

Vacinação contra a gripe e a terceira dose contra a Covid-19 está a decorrer em bom ritmo em todas as ilhas para evitar contágios no Natal

A vacina contra a gripe está disponível, gratuitamente, nos centros de saúde para alguns dos grupos de risco. As pessoas não abrangidas pela vacinação gratuita podem adquirir a vacina nas farmácias, sob prescrição médica, beneficiando de comparticipação . A par, e para os grupos mais vulneráveis,
está a ser administrada em todas as ilhas a terceira dose da vacina contra a Covid-19.

 

Corpo e mente saudáveis  só é possível quando  percebermos que “a chave está na  alimentação”  e só assim podemos viver com qualidade de vida Ler mais

Corpo e mente saudáveis só é possível quando percebermos que “a chave está na alimentação” e só assim podemos viver com qualidade de vida

Pedro de Medeiros, Fisiologista de Exercício e formador da Fitness Academy, esteve mais de 20 anos a viver em Lisboa. Foi treinador pessoal de algumas figuras bem conhecidas da sociedade portuguesa, preparador físico em vários ginásios e formador em muitas universidades do país. É autor de quatro obras, três das quais com chancela de editoras continentais e um da sua própria editora “Robin dos Bosques”. Depois de uma carreira de sucesso na capital, o regresso aos Açores deve-se à tristeza que sentia por falta da família, dos amigos, da proximidade à terra. Enfim, sentia falta da qualidade de vida que se tem no “melhor arquipélago do mundo”.

 

Mota Amaral “foi um dos principais obreiros de uma verdadeira comunidade de interesses ilhéus” Ler mais

Mota Amaral “foi um dos principais obreiros de uma verdadeira comunidade de interesses ilhéus”

Será lançado amanhã, dia 29, às 18h30, no Teatro Micaelense, o livro “João Bosco Mota Amaral — Fotobiografia”, da autoria do professor Luís Bastos, amigo de Mota Amaral há meio século. A apresentação será feita pelo professor José Luís Brandão da Luz. Em entrevista, Luís Bastos explica alguns dos pontos relevantes da vidapolítica do ex-Presidente do Governo Regional dos Açores, através do espólio fotográfico, e defende que os seus escritos espalhados pelos jornais devem ser compilados, porque foram, e são, doutrina política, assim como devem ser considerados, segundo o autor da obra, um espólio regional e nacional.

Rachel Korman, a brasileira que escolheu os Açores para viver e colocar um festival de videoarte no calendário cultural de São Miguel Ler mais

Rachel Korman, a brasileira que escolheu os Açores para viver e colocar um festival de videoarte no calendário cultural de São Miguel

“Quando cá cheguei, porque escolhi São Miguel para viver,  disseram-me que para ser uma boa açoriana tinha de tomar banho de mar todos os dias, faça sol faça chuva, no Verão e no Inverno. E como eu quero ser açoriana, visto sempre o fato de banho, pois em algum momento do dia vou dar um mergulho. O meu cantinho preferido, o meu pequeno paraíso, é no calhau do cruzeiro no lugar da Atalhada, na Lagoa. Só não saio quando está a chover muito. Eu tenho orgulho de ser brasileira, mas mais ainda de ser uma brasileira açoriana”, diz Rachel Korman, numa conversa à beira-mar, o mar que a fascina na ilha em comunhão com a natureza.

Theme picker

Revista Pub açorianissima