“Acho que para se ser humorista é  preciso um pouco de coragem para enfrentar o público”, diz Paulo Vieira Ler mais

“Acho que para se ser humorista é preciso um pouco de coragem para enfrentar o público”, diz Paulo Vieira

O Correio dos Açores esteve à conversa com Paulo Vieira, conhecido pela sua sátira em “Humor do Fazendeiro”, sendo um humorista açoriano emergente que tem agradado os seguidores nas redes sociais e em espectáculos em que participa, com o seu refinado humor, com pitadas regionais baseadas no sotaque micaelense. Com espectáculos agendados para o Verão, teve de os cancelar devido à situação pandémica em que vivemos. Para Paulo Vieira, a piada que criou que mais sucesso teve foi uma relacionada com o Sata Rallye Azores, com uma crítica mordaz e sadia ao Governo Regional. Este comediante micaelense já tem cerca de vinte mil seguidores nas redes sociais que apreciam o seu trabalho e em que o “Humor do Fazendeiro” tem sido sinónimo de muita boa disposição. 

“Vejo os ginásios como ambiente familiar” Ler mais

“Vejo os ginásios como ambiente familiar”

O nosso entrevistado de hoje, Nuno Amaral iniciou a sua actividade em 2003, mas só em 2012/13 é que se sentiu preparado para entrar no mercado como Personal Trainer, dado que almejava uma formação especializada e específica no conhecimento do tratamento de lesões das articulações e suas recuperações, coluna vertebral, enfim, tudo o que se refere ao corpo humano. Mais recentemente, tirou um curso referente a exercícios no âmbito de doenças oncológicas, área que ainda está numa fase muito preliminar de estudo, pois a seu ver, o treino personalizado tem de ter como base um serviço de excelência. Na sua profissão, a palavra-chave é “paixão”, pois considera que se não a temos, não vale a pena, dado que, com o tempo, as próprias pessoas vão-te avaliando se estás lá efectivamente para ajudá-las ou se é por outro motivo qualquer. Numa interessante entrevista, este ribeiragrandense revela-nos que gosta muito do que faz e com o tempo foi-se apercebendo do impacto que se pode ter na vida das pessoas e acredita que a maior satisfação que possa ter é constatar a satisfação da pessoa (cliente) quando atinge ou vai atingindo o seu objectivo.
 

The Code lança dia 9 video/single no Coliseu Micaelense e tem duas músicas em telenovelas da SIC Ler mais

The Code lança dia 9 video/single no Coliseu Micaelense e tem duas músicas em telenovelas da SIC

A paixão pela música de Hugo Medeiros apareceu pelo influência do tio, que tocava violão nas Festas do Espírito Santo. Actualmente, este músico é já um nome incontornável do panorama musical açoriano, integrando a Banda The Code, uma das mais emblemáticas bandas dentro e fora dos Açores. Para este músico micaelense, toda a música verdadeira é feita com alma e com um objectivo de passar sentimentos e reacções às pessoas, considerando que nada enche mais a alma do que sentir que existem pessoas que se identificam com as tuas próprias músicas. Hugo Medeiros aproveita esta entrevista ao Correio dos Açores para divulgar que o próximo video/single da banda sairá já no Sábado, dia 9 de Outubro, num concerto de apresentação no Coliseu Micaelense. Será um concerto acústico “CASA 2020”, onde estarão alguns convidados especiais, nomeadamente Luís Alberto Bettencourt, Vânia Dilac, João Moniz e Mariana Machado. Um facto marcante na vida desta banda é ter dois temas em duas telenovelas da SIC, o que constitui um marco muito importante que mudou a nossa carreira.
 

“Persistência e a vontade de ajudar as pessoas  são o grande segredo do Ginásio Olímpico...” Ler mais

“Persistência e a vontade de ajudar as pessoas são o grande segredo do Ginásio Olímpico...”

Pedromgomes@live.com.pt
Pedro Gomes abriu, há 23 anos, na Ribeira Grande, o Ginásio Olímpico, que se tornou num ponto de referência naquela cidade, pela sua persistência e vontade de ajudar as pessoas a alcançarem os seus objectivos, através da motivação, confiança e uma boa execução da técnica dos exercícios. Como tal, ao longo destes anos, ganhou a confiança, a estima e o respeito dos ribeiragrandenses. Nesta entrevista, Pedro Gomes aproveita para dizer que ao povo da Ribeira Grande deve aquilo que é hoje, pelo que lhe é muito grato e espera continuar ali por muitos mais anos, bem ancorado na Rua da Ribeira, para a ajudar todos aqueles que procuram o respeitado e conhecido centro de fitness Olímpico.

Theme picker

Revista Pub açorianissima