Empresário e economista vê as crises como oportunidades e está a ajudar empresas a chegar aos apoios governamentais Ler mais

Empresário e economista vê as crises como oportunidades e está a ajudar empresas a chegar aos apoios governamentais

Mário Rui Pacheco diz que as crises têm sido uma oportunidade de lhe abrir portas. Assim foi quando em 2010 ficou desempregado e usou o dinheiro do fundo de desemprego para abrir uma loja de animais. Abriu outra e mais outra e decidiu que queria mais. Tirou o curso de Economia e Gestão na Universidade dos Açores e agora abriu uma empresa de consultoria que tem ajudado outros empresários a tentar ultrapassar a actual crise. São maioritariamente empresários “em busca de uma solução, porque não querem chegar ao ponto de mexer nas suas poupanças”, já que a maioria dos negócios nos Açores são familiares.

Câmara da Ribeira Grande pensa criar linha de apoio psicológico para dar resposta a “ansiedades da pandemia” Ler mais

Câmara da Ribeira Grande pensa criar linha de apoio psicológico para dar resposta a “ansiedades da pandemia”

Paulo Mendes, chefe da Divisão de Acção Social e Educação da Câmara Municipal da Ribeira Grande, garante que no ano passado a linha de apoio recebeu todo o tipo de dúvidas e pedidos em mais de dois mil atendimentos telefónicos. Uma linha que serviu para detectar uma necessidade de apoio psicológico e a que a autarquia pondera dar continuidade. O trabalho feito nas cercas sanitárias de Rabo de Peixe atribuiu, no ano passado, 200 cabazes de bens alimentares, e desde o início do ano já houve 300 pedidos de apoio. Mas além da pandemia há outras questões sociais que não ficam sem resposta por parte da autarquia.

 

Governo cria equipas multidisciplinares de intervenção e acompanhamento para ajudar populações de maior risco Ler mais

Governo cria equipas multidisciplinares de intervenção e acompanhamento para ajudar populações de maior risco

Objectivo é transmitir quais os comportamentos adequados a ter em casos de ser positivo. Em São Miguel as escolas vão manter-se fechadas até dia 29, a cerca sanitária a Rabo de Peixe também vai manter-se por mais uma semana, sendo levantada a de Ponta Garça, e passa a haver regras para velórios e funerais. Nas ilhas de baixo risco vai poder haver público nos eventos desportivos, mas limitado a ¼ dos lugares.

 

Reposição de combustível no Corvo gera discordâncias entre o governo e a EDA Ler mais

Reposição de combustível no Corvo gera discordâncias entre o governo e a EDA

Secretário Regional dos Transportes, Turismo e Energia, Mário Mota Borges diz que há muito se sabia dos condicionalismos de abastecimento do Corvo, agravados com a destruição do Porto das Flores. Mas “por razões desconhecidas” não foram criadas condições para aumentar substancialmente a autonomia da ilha do Corvo, quer em termos de combustível para a EDA quer do consumo local. O rebocador Pêro de Teive saiu de Ponta Delgada com 60 toneladas de combustível a bordo, numa viagem que demorou 36 horas, e foi buscar mais combustíveis às Flores. A mais pequena ilha tem agora autonomia para três meses.

 

Trinta mil doses de vacinas chegam aos Açores até à primeira semana de Março Ler mais

Trinta mil doses de vacinas chegam aos Açores até à primeira semana de Março

A ilha de São Miguel, devido ao aumento de casos, continua a ser prioridade na vacinação, mas o Governo pretende já em Março alargar a vacinação a outras ilhas. Gustavo Tato Borges acredita que dentro de duas semanas a situação de risco já deverá estar extinta e haverá menos casos novos. A partir de Sábado passam a ser exigidos testes negativos para quem viaja de São Miguel para a Terceira, ilha que o Governo acredita já não ter transmissão comunitária.

Os Açores estão a reajustar com o país a promoção  às mudanças da procura  turística no período pós-pandemia Ler mais

Os Açores estão a reajustar com o país a promoção às mudanças da procura turística no período pós-pandemia

Açores, Madeira incluídos na estratégia de promoção de Portugal é como deverá ser a estratégia de promoção do país para o pós-pandemia. O Conselho Estratégico para a Promoção Turística aponta para uma mudança na procura e o Secretário dos Transportes, Turismo e Energia reforça que haverá “uma viragem daquilo que foi o turismo voraz para um turismo audaz” ou seja, um turismo com maior consciência ambiental. Mas para haver turistas, é preciso que haja transportadoras aéreas e a SATA e TAP são, neste sentido, estratégicas para Portugal. “A SATA é estratégica” para os Açores e a sua sobrevivência “uma prioridade”

“Sei de pessoas que andam à deriva na Ribeira Grande” à procura da Casa Lena Gal Ler mais

“Sei de pessoas que andam à deriva na Ribeira Grande” à procura da Casa Lena Gal

Nasceu nos Fenais da Ajuda e foi o contacto com as mulheres de xaile pela cabeça que agora assoma nas suas telas. Há também os tons ocres e pastel da terra que ajudava o pai a cultivar. Lena Gal diz que inconscientemente a infância marcou-lhe a obra com a suas “Mulheres poema” e consegue actualmente viver só da pintura. Reconhece que agora não seria fácil, porque os portugueses não têm ainda o hábito de ter “arte nas paredes”, e por isso tem-se dedicado a ensinar os outros para conseguir viver daquilo que gosta. Na Ribeira Grande tem um espaço de exposição permanente mas considera que não está devidamente divulgado.

Theme picker

Revista Pub açorianissima