“Deixar os Açores foi um dos dias mais tristes da minha vida”, afirma Francisco Resendes, actual Director do Portuguese Times Ler mais

“Deixar os Açores foi um dos dias mais tristes da minha vida”, afirma Francisco Resendes, actual Director do Portuguese Times

Nasceu em Santana, no Nordeste, e foi por pouco que não se tornou padre. Depois de vários anos a estudar nos seminários açorianos da altura, Francisco Resendes percebeu que não queria abdicar de sacramentos como o matrimónio, e acabou por se juntar à restante família já estabelecida em New Bedford. Em 1978 começou a trabalhar numa gráfica e teve o seu primeiro contacto com o jornal português Portuguese Times, que lhe permite dedicar-se ao jornalismo há mais de 40 anos.

Açoriana conta em programa de televisão como foi alvo de bullying na escola e discriminada  no trabalho devido a uma malformação no lábio Ler mais

Açoriana conta em programa de televisão como foi alvo de bullying na escola e discriminada no trabalho devido a uma malformação no lábio

Manuel da Maia foi o primeiro da sua família numerosa a saber ler e integrou o primeiro contingente militar açoriano a partir para o Ultramar, em 1961. Recorda-se que antes de partir numa viagem, que demorou nove dias no navio “Vera Cruz”, assistiu em Fátima a uma missa no dia do seu aniversário, 30 de Abril. Ainda se emociona quando recorda algumas peripécias que viveu em Angola.  Diz que uma união dos três maiores partidos políticos em Portugal poderia ser suficiente para mudar o rumo do país já que, afirma, “não vejo um bom futuro nisto”.

Theme picker

Revista Pub açorianissima