Da casa do Pópulo até Paris: A cidade que deixa “pouco tempo para nostalgias” Ler mais

Da casa do Pópulo até Paris: A cidade que deixa “pouco tempo para nostalgias”

Do Pópulo, em Ponta Delgada, recorda o mar e os dias loucos do surf, o contacto com a cultura e a infância feliz. Do Canadá trouxe uma mente aberta e alguma irreverência. Em Lisboa abriu o seu primeiro atelier e descobriu o amor que, mais tarde o levaria para Paris, cidade em que constituiu família e onde procura fazer a diferença em todos os trabalhos que aceita.

António Cansado defende a reorganização do Grupo SATA, pois a situação crítica da empresa deve-se ‘a algumas más indicações do Governo  e a erros de planeamento e gestão’ Ler mais

António Cansado defende a reorganização do Grupo SATA, pois a situação crítica da empresa deve-se ‘a algumas más indicações do Governo e a erros de planeamento e gestão’

O Grupo SATA anunciou a 8 de Julho que irá recorrer a um apoio de Estado no valor de 163 milhões de euros para suprir as necessidades urgentes até ao final do corrente ano. O Grupo tinha, em 2019, 750 colaboradores na SATA Air Açores, 633 na SATA Internacional e outros 27 colaboradores afectos à Gestão de Aeródromos. Todos estes trabalhadores ficaram a conhecer, no passado dia 14 de Maio, as contas do Grupo relativas ao ano civil de 2019. Os números revelaram um exercício negativo de 55.813.508 de euros que vieram avolumar ainda mais o passivo no montante de 203.346.386 euros. Para perceber melhor a situação da companhia aérea açoriana fomos ouvir Manuel António Cansado, Presidente da SATA de 1997 a 2007 que, nesta entrevista, aponta alguns dos principais problemas da empresa, tais como, a escolha das aeronaves ou as más decisões na definição de rotas. António Cansado admite que a SATA atravessa uma situação complicada e que o Plano de Reestruturação da Empresa, já anunciado mas ainda não conhecido, “vai doer aos trabalhadores”. O antigo Presidente do Conselho de Administração da SATA defende uma reorganização da empresa e apela, ao entendimento entre os accionistas da TAP e da SATA (Governo da República e Governo dos Açores), para que as empresas não dupliquem rotas e entrem em concorrência directa uma com a outra.

Misericórdia da Ribeira Grande homenageia Arte Maria Elvira Machado Melo e cria uma Galeria de Arte com o seu nome Ler mais

Misericórdia da Ribeira Grande homenageia Arte Maria Elvira Machado Melo e cria uma Galeria de Arte com o seu nome

A Galeria de Arte Maria Elvira Machado Melo, assim se passou a designar aquele espaço. é um agradecimento representativo e de grande significado para a Misericórdia, pois é um justo preito de gratidão pelo seu intenso trabalho em prol da Santa Casa, que serviu desde 1995 até 2016.
Dona Elvira, como é de todos conhecidos, é uma figura marcante na Ribeira Grande para muitas gerações e esta Galeria de Arte faz jus ao seu talento no âmbito da pintura, mas é conhecida sobretudo no âmbito da educação, tendo sido professora de muitos alunos, pois apesar de se ter reformado em 1993, com 66 anos de idade e 43 de serviço, continuou a dar explicações até 1999.
 

Açores defendem manutenção das ajudas comunitárias em 85% para não lesar as RUP na retoma económica após a Covid-19 Ler mais

Açores defendem manutenção das ajudas comunitárias em 85% para não lesar as RUP na retoma económica após a Covid-19

Rui Bettencourt escreveu ao Ministro dos Negócios Estrangeiros e na missiva também sublinhou “a necessidade de “acautelar que sectores como o turismo e os transportes, que impactam toda a economia regional, têm no novo Quadro Financeiro e no Fundo de Recuperação os meios necessários para mitigar o impacto particularmente gravoso da pandemia e se tornarem sectores mais resilientes e geradores de riqueza”.
 

Theme picker