Edit Template

Homem de 33 anos detido por suspeita de tráfico de droga em Santa Cruz da Lagoa

A Divisão Policial de Ponta Delgada, através de elementos da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra da Lagoa, deteve um homem de 33 anos, natural e residente na freguesia de Santa Cruz, na Lagoa, suspeito da prática de um crime de tráfico de estupefacientes.
 De acordo com as várias diligências de investigação que se realizaram ao longo dos últimos dois anos, o suspeito foi alvo de sucessivas abordagens por parte das autoridades policiais, circunstância esta que permitiu a apreensão de pequenas quantidades de produto estupefaciente que o suspeito portava, para se afirmar como mero consumidor de drogas duras, mas que, estando associadas a outras diligências de recolha e consolidação de prova, foi possível apurar que a actividade de traficância atingia uma dimensão muito mais significativa. Ainda de acordo com as diligências policiais, foi possível apurar que o arguido tinha como centro de operações várias freguesias, dos concelhos da Lagoa, da Vila Franca do Campo e da Ribeira Grande, locais estes onde procedia à venda directa de heroína e de droga sintética a habituais consumidores de substâncias psicotrópicas, e ainda, distribuía a outros traficantes doses de droga sintética pronta a ser comercializada para posterior venda.
Em sequência, foi planeada e executada uma operação policial que consistiu na execução de várias buscas, entre elas uma busca domiciliária, que possibilitou a descoberta e apreensão de uma quantidade significativa de estupefaciente de origem sintética, que permitiria a preparação para cerca de 3.000 doses individuais para consumo, entre outras tipologias de estupefaciente e artigos relacionados com a prática do crime em investigação, e ainda um veiculo automóvel, por se suspeitar se tratar de vantagens decorrentes desta actividade ilícita.  Após ter sido presente a interrogatório judicial no Tribunal de Ponta Delgada, o arguido aguarda o desenrolar do processo sujeito à medida de prisão preventiva.
A Divisão Policial de Ponta Delgada sublinha a tremenda importância dos resultados obtidos no decurso de mais uma operação policial de combate ao tráfico de estupefacientes realizado no concelho de Lagoa, na directa orientação do Ministério Público e na sua dependência funcional, não só por ter permitido cessar o prosseguimento da actividade criminosa por parte do arguido, mas sobretudo por ter permitido proceder a uma das mais significativas apreensões de produto estupefaciente de origem sintética durante este ano, na ilha de São Miguel.

Print

Edit Template
Notícias Recentes
Cuidar do nosso património
Flagelo da toxicodependência, falta de habitação e o agravamento da pobreza são as maiores dificuldades que afligem as famílias da Ribeira Seca
Presidente da Assembleia destaca importância do Museu do Parlamento no 1º aniversário
Bombeiros de Ponta Delgada vão transportar Coroado Município na Grande Coroação deste Domingo
“Um dos objectivos que distingue a RARA é a tentativa de afirmação do artesanato como uma profissão de futuro”
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores