Edit Template

Bombeiros de Vila Franca reivindicam actualização dos valores pagos pelo HDES e Serviço de Protecção Civil

A Assembleia-geral da Associação dos Bombeiros Voluntários de Vila Franca do Campo aprovou o Orçamento para 2024 no valor de 1,3 milhões de euros, 67% dos quais destinam-se a despesas correntes com pessoal. Os combustíveis representam 7% do orçamento e os gastos com conservação e reparação 12%.

A Associação assume, no Orçamento para 2024, que já tem liquidada a dívida de 11,4 mil euros aos bombeiros de 2.176 horas de trabalho entre 2015 e 2021.
As Actividades do Plano e Orçamento são consideradas pela Associação Humanitária dos Bombeiros de Vila Franca do Campo “instrumentos marcados por medidas de contenção, tendo em consideração a instabilidade governativa prevista a nível regional e nacional”. Realça a Associação que a “inflação prevista, aumento dos vencimentos (8%), nomeadamente o ordenado mínimo, que sobe novamente mais do que a taxa de inflação, o alto custo dos combustíveis e as despesas provenientes da reparação e manutenção de viaturas, estão imparáveis”.
“As nossas receitas terão de ser escrupulosamente aplicadas sem desvios,” salienta.
O Seguro de Saúde continua activo para os bombeiros, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo.
A Associação dos Bombeiros de Vila Franca do Campo continua, entretanto, “a reivindicar a actualização dos valores pagos” pelo Hospital Divino Espírito Santo e Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores, “designadamente no transporte de doentes urgentes e não urgentes”.
Anuncia que 2024 será o ano em que irão avançar o Estatuto de Carreira e Social dos Bombeiros Assalariados e Voluntários e o novo modelo de financiamento das associações, já que as propostas aprovadas pelo Conselho do Governo Regional, encontram-se para aprovação na Assembleia Legislativa Regional dos Açores.
“Também esperamos que termine a revisão do Regulamento de Fardamento”, refere a Associação.
“Considerando que foi abatida no passado mês de Outubro a viatura ATP 1, ficamos com a justa esperança que será substituída na próxima entrega de viatura que se encontra a decorrer o concurso. Iremos continuar a recuperação do edifício da sede da Associação com substituição dos alumínios, de janelas, de portas e pinturas”, assume.
Entretanto, a Associação está a aguardar a aprovação, para avançar com a valorização energética, com instalação de painéis fotovoltaicos.
“Continuaremos a proceder à renovação e modernização de equipamentos e fardamentos do nosso corpo de bombeiros (…) e a proceder à “expansão das novas tecnologias com a vontade de eliminar o papel”, adianta
Queremos que as nossas funcionárias participem em acções de formação para se valorizarem.
A escritura da aquisição do terreno, vai concretizar-se em 2024, “para permitir ampliação e remodelação do quartel, junto à sede da Associação, moderno com as exigências legais”.
Com a conclusão do Estudo Prévio “ficamos a condições de avançar para a elaboração do Projecto”.
Um Plano e Orçamento que “contempla verbas para continuar a melhorar e disponibilizar mais lugares nos transportes de doentes não urgentes” e a para “manter os apoios à nossa charanga, fomentando o intercâmbio regional, nacional e internacional.”
A nossa Escola de Infantes e Cadetes “continuará a contar com incentivos à sua consolidação e promoção”, prosseguem a Associação antes de referir que “vamos continuar a negociar em baixa tudo o que compramos e gastamos.”
Prevê-se “um possível aumento das cotas, taxas e dos serviços prestados face ao valor da inflação e dos custos com os vencimentos”.
A Associação Humanitária conta com “o imprescindível” apoio à nossa actividade pelo município de Vila Franca do Campo.
Mostra-se convicta de que 2024,” será um ano de grandes dificuldades, com atrasos nos recebimentos dos nossos pareceres, hospital, Centro de Saúde e SRPCBA, proveniente dos actos eleitorais previstos, logo teremos de ter uma atenção redobrada para a nossa tesouraria”.
“Como sempre, haveremos de transformar dificuldades em oportunidades”, conclui a Associação dos Bombeiros de Vila Franca.

Edit Template
Notícias Recentes
Plano de Saúde2030 aprovado pelo Governo “garante igualdade nos resultados da saúde”
Vilafranquense regressa às Festas de São João da Vila e forma a Marcha do Emigrante com representantes dos Estados Unidos, Canadá, Bermuda e Inglaterra
Novo hotel Hilton é de “vital importância para o desenvolvimento da notoriedade internacional dos Açores”, afirma Duarte Freitas
Azeite e papo-seco foram os produtos que mais aumentaram de preço nos Açores entre Junho de 2023 e Maio de 2024
“O ioga é uma jornada profunda de auto-conhecimento”, afirma a instrutora Carolina Lino
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores