Edit Template

António Carreiro pede desculpa pela agressão cometida

António Carreiro foi um dos protagonistas, pela negativa, dos acontecimentos ocorridos no jogo de juniores do campeonato de São Miguel de futebol, que opôs o Desportivo de Rabo de Peixe ao Santa Clara a 2 de Dezembro.
Após a introspecção ao irreflectido acto, o jovem jogador, com a anuência dos responsáveis e atletas, compareceu a um dos últimos treinos da equipa do CD Santa Clara. Dialogou separadamente com Cristiano Frutuoso, que aceitou as desculpas, tendo um abraço selado a afinidade. Posteriormente, no balneário, apresentou aos restantes elementos o arrependimento, tendo dirigido palavras de apreço pela aceitação, recordando os bons 11 anos passados no clube. Terminou com um aperto de mão a todos.
Mas António Carreiro sentiu que faltava vir a público com uma única intenção: pedir desculpa. Questionado se o arrependimento foi imediato após a lamentável agressão perpetrada contra Cristiano Frutuoso, respondeu ter sido “um acto que me envergonho e que ainda hoje não consigo entender o que se me passou para cometer aquela agressão”, começou por referir o jovem avançado de 18 anos de idade.
“Resolvi aceitar esta entrevista com a única intenção de pedir desculpa pública ao Cristiano pelo ato que sobre ele cometi, mas não só. O pedido de desculpa estende-se à instituição Clube Desportivo Santa Clara, aos colegas, aos pais e aos familiares da equipa contrária que sofreram a agressão e ao clube que represento, o Desportivo de Rabo de Peixe, aos meus colegas, à Associação de Futebol de Ponta Delgada e à equipa de arbitragem”, acrescentou António Carreiro.
Quando lhe perguntamos se o resultado desfavorável por 2-0, retirando ao Desportivo de Rabo de Peixe uma elevada percentagem de se sagrar bicampeão da ilha de São Miguel, contribuiu para o descontrolo emocional, António Carreiro pediu para não abordar o assunto.
“Penso que irão compreender, mas não quero reviver um momento negro da minha ainda curta carreira, que me culpabilizo, que me arrependo profundamente porque não foram aqueles os ensinamentos que recebi dos meus pais e estão fora do âmago familiar, cujos membros estão também arrasados pelo acto, que acabou por tomar proporções gigantescas pela divulgação das imagens”.
O jogador está suspenso preventivamente a aguarda pelo início do processo disciplinar que lhe foi motivo, assim como ao companheiro de equipa, Leandro Sousa.
António Carreiro está pelo primeiro ano no Desportivo Rabo de Peixe e tem sido chamado a treinar na equipa sénior, tendo actuado em dois jogos do Campeonato de Portugal.

Edit Template
Notícias Recentes
Deputada municipal da Povoação quer a freguesia das Furnas sem carros e uma gestão adequada do espaço da lagoa e dos cozidos das caldeiras
Marcelo e Luís Montenegro destacam a excelência da agricultura açoriana no panorama nacional
Confusão com disponibilidade de caixas para o peixe levou intermediários a só comprar peixe a partir das 13 horas
Governo estrutura Parque Marinho dos Açores e delimita as Áreas Marinhas Protegidas Oceânicas e interdita 30% do mar a actividades extractivas
Câmara Municipal de Ponta Delgada promove as XXI Grandes Festas do Divino Espírito Santo de 11 a 14 de Julho
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores