Edit Template

Recados com Amor

Meus Queridos! O ano de 2023 está a terminar e não podia deixar de fazer um pequeno balanço sobre o que fica a marcar o ano, começando pela crise aberta na Região com a reprovação do Orçamento para 2024, devido ao voto contra da Iniciativa Liberal, que como é do conhecimento público… rasgou muito antes disso o acordo que havia firmado em 2021 com a coligação liderada pelo PSD e que permitiu a formação do Governo tripartido, levando a novas eleições às quais concorrem oito partidos e duas coligações. São de notar duas estreias, uma que é o Partido Juntos pelo Povo, que resulta da cisão entre os dois Deputados eleitos pelo Chega e o outro é o ADN – que é o partido Alternativa Democrática Nacional. Como não bastava a crise política, continua na ordem do dia a crise na habitação devido às taxas de juro que subiram de tal ordem que obrigaram muitas famílias a regressarem “ao pão e água” de outros tempos longínquos… para poderem cumprir com a prestação da casa… Como não há duas sem três, uma chaga que continua aberta é a progressão do consumo de narcóticos que desgraçam quem os consome, assim como as famílias que acabam destruídas e até ameaçadas pelos filhos… Voltando à política, desta feita na República, temos três questões que marcam o ano de 2023, começando pelo envolvimento do Presidente da República numa mal explicada envolvência que supostamente lhe foi atribuída para “empurrar o tratamento das gémeas do Brasil, que custou quatro milhões de Euros… um processo que tem “barbas” e que contou com a intervenção do filho do Presidente. Este, por sua vez, devia ter posto o preto no branco… em vez de dizer que não se lembrava de ter intercedido no processo… o que levou a lavar-se roupa suja durante um mês, desgastando a imagem do chefe de Estado…. Temos depois a renúncia do Primeiro-ministro, suspeito da envolvência que lhe foi atribuída pelo Ministério Publico em projectos que envolvem grandes investimentos e geram enorme contestação, como é o caso das minas de lítio que têm contado com a oposição das populações das localidades onde irão ser sujeitas aos vários constrangimentos originados pela extracção do lítio com impacto na vida local e no ambiente… assim como outros investimentos megalómanos feitos em Sines, o que levou à eleição de novo Secretário-geral do PS e a eleições em Março de 2024. Em 2023, o Ministério Público tem passado a pente fino os mais altos responsáveis políticos, começando pelo antigo Presidente do PSD Rui Rio, sobre o suposto uso indevido dos dinheiros atribuídos ao Partido pela Assembleia da República nos termos da lei…. Depois levando pela frente o Secretário-geral do PS António Costa pelas escutas que foram feitas durante anos… e agora acaba de abrir um inquérito ao actual Presidente do PSD devido a uma queixa anónima sobre eventuais benefícios que obteve no pagamento de impostos na habitação “luxuosa” que possui em Espinho…. Depois não se admirem quando disserem que parece uma “caça às bruxas” ou uma forma de amarrar a democracia à vontade do Ministério Publico! Ainda tinha mais umas coisinhas para incluir no Balanço do ano, mas dei por mim e o recado já ia muito longo e não quer que ele seja enfadonho neste virar de ano que espero seja uma golfada de ar fresco capaz de limpar o que é necessário limpar, mas ao mesmo tempo recolocar como norma os preceitos do Estado de Direito e que têm de ser acatados por todos os Órgãos do Estado…. Um Bom Ano Novo para todos!

Meus Queridos! Falando ainda de políticas, Pedro Nuno Santos novo Secretário-geral do PS convidou Carlos César para ser novamente Presidente do Partido Socialista, convite que foi aceite pelo ainda Presidente do PS. A recandidatura de Carlos César será certamente consensual, e o Congresso vai decorrer entre os dias 5 e 7 de Janeiro em Lisboa. O Presidente do Partido preside ao Congresso Nacional e à Comissão Nacional com todos os direitos inerentes, tendo também assento em todos os demais órgãos do Partido. Além disso, preside aos actos solenes da vida interna do partido e acumula as funções de Secretário-geral em caso de ausência ou impedimento prolongados do respectivo titular. Carlos César foi Deputado à Assembleia da República entre 2015 e 2019 e é considerado o artífice da “geringonça que permitiu o PS governar com maioria parlamentar em 2015. Vamos ver se Carlos César irá ser candidato novamente a Deputado à Assembleia da República para depois concretizar o desejo de ser Presidente da Assembleia da República, coisa que em 2015 lhe fugiu para Ferro Rodrigues…. O cenário começa a ser interessante de seguir!

Meus Queridos! O Jornal Correio dos Açores tem sido um defensor do impulso que é preciso dar ao sector industrial dos Açores como alavanca para o crescimento da nossa economia e ao mesmo ser um meio de aproveitar o conhecimento adquirido pelos jovens que completam os estudos superiores, partindo do pressuposto que tanto se pode produzir “relógios” na Suíça como nos Açores, sendo indispensável que os governos se proponham elaborar uma lista contendo as potencialidades que o sector industrial pode vir a ter e, ao mesmo tempo, disponibilizar incentivos para os jovens investidores, de forma desburocratizada. Vem isto a propósito do centenário da Moagem Moaçor, celebrado com uma visita a esse grande estabelecimento industrial a 23 de Dezembro de 1923, noticiado pelo Jornal “Correio dos Açores”…. Trata-se de uma indústria que foi crescendo e foi-se adaptando às necessidades e exigências do mercado, e hoje é uma importante indústria que marca a qualidade do sector e que certamente é um exemplo para os jovens com vocação para o sector industrial…. Por isso, é de lembrar os fundadores e pioneiros da Moagem Moaçor e parabenizar os actuais accionistas por terem posto de pé a “Maior organização industrial do género” nos Açores… e que deve servir de exemplo para quantos estão pensando investir no sector industrial da Região.

Ricos! Nestes dias de festa é tempo de visitar as amigas e a minha prima Maria do Céu lá foi até à vila de Rabo de Peixe provar os licores próprios do Natal a casa da comadre Angélica, que a havia convidado… lá foi ela no seu popó e no percurso que fez desde as “Alminhas” até ao Charco, ficou com o carro empenado, tendo chamado o reboque para levar o dito cujo à oficina e quando o carro lá chegou, o mestre perguntou- lhe por ela tinha andado para dar cabo dos amortecedores, ao que ela respondeu que teve de saltar um conjunto de “lombas” com diferentes níveis, na vila de Rabo de Peixe e que na última lomba ficou sem conseguir andar… É sabido que a vila de Rabo de Peixe está ao abandono no que toca à rede viária que não é conservada há mais quinze anos, nem pela Câmara como pela Junta de Freguesia…. e a minha prima Maria do Céu diz que isso só tem remédio quando o povo vier para rua, coisa que já não falta muito tempo….

Meus Queridos! A propósito do desleixo que há nas ruas e estradas das várias freguesias de e vilas de São Miguel, a minha comadre Josefina disse-me que o Presidente do município da Ribeira Grande tinha-se insurgido pelo facto de haver dez milhões de euros dos fundos europeus para investimentos públicos que não foram ainda usados pelas autarquias e como tal estão sujeitos a serem devolvidos… e Alexandre Gaudêncio atribuía o facto à complexa burocracia que existia para o poder autárquico poder aplicá-lo em necessidades dos municípios …. Josefina diz que tal circunstância é de bradar aos céus e não há quem proponha alterar a burocracia que vai obrigar os dez milhões de euros a voltarem para os cofres em Bruxelas. Tenham dó! É caso para dizer que todos os “mangas de alpaca” que levaram a esta circunstância sem nada fazerem, devem ser chamados a contas não só pelos cidadãos mas a começar pelos responsáveis superiores que são incapazes de encontrar forma de aligeirar a tal burocracia que impacta tudo!

Meus Queridos! Um avião Boeing 787 Dreamliner da Avianca, que partiu de Madrid com destino a Bogotá, na Colômbia, aterrou de emergência na ilha de Santa Maria, durante a noite quando o aeroporto estava fechado… porque, como é sabido, a ANA, que é a entidade que explora o aeroporto, assim decidiu, para evitar pagar mais uns euros pelos serviços a prestar durante a noite. Como se sabe o Aeroporto de Santa Maria é uma ancora importante no meio do Atlântico para a navegação aérea que cruza a Europa com as Américas…. e a Presidente da Câmara Municipal de Vila do Porte, Bárbara Chaves tem insistido com a ANA no sentido de ser revista a limitação imposta pela companhia que arrecada milhões de lucros todos os anos, mas até agora com pouco sucesso, e sem que se conheça uma posição de força por parte dos governos, quer nacional como regional, e o que é preciso é uma posição de força através da Secretaria Regional da Mobilidade para que agora no inicio de 2024 a ANA/Vinci mude de “agulha”.

Edit Template
Notícias Recentes
FACE A FACE!… com Rui Carvalho e Melo
Francisco Matos: “Há modalidades nos Açores que formam campeões nacionais e que têm pouco apoio institucional na Região…”
Artista plástica Nina Medeiros expõe “Mau Feitio” no Convento de Santo António, na Lagoa
Jovens arquitectos denunciam numa exposição em Lisboa a urgência de proteger a lagoa das Sete Cidades da excessiva fertilização dos solos
Vila Franca do Campo vai ter Núcleo da Cáritas a partir do dia 2 de Março
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores