Edit Template

Candidatos do PS de São Miguel dizem que o Governo Regional “continua a ignorar dificuldades dos agricultores açorianos”

Os candidatos do PS Açores pelo círculo de São Miguel às eleições legislativas regionais do próximo dia 4 de Fevereiro lamentaram, ontem, que o Governo Regional do PSD/CDS-PP/PPM continue a ignorar “as inúmeras dificuldades assinaladas pelos agricultores açorianos”, nomeadamente ao nível do pagamento dos apoios ao sector.
Segundo Patrícia Miranda, e face ao “aumento dos custos de produção e das taxas de juro”, que foram constantes ao longo dos últimos três anos, “os apoios ao sector continuam a não ser concretizados, sendo que em alguns casos ainda nem foram pagos”.
“Estamos a falar do apoio às associações, o apoio aos suplementos dos abates, o apoio que devia ser criado em alturas de crise e que, ao contrário do que era prática no anterior Governo Regional do Partido Socialista, em que tínhamos, por exemplo, o SAFIAGRI em que ajudava com os custos das taxas de juro, agora não foram concretizados e não se vislumbra que possam ainda acontecer”, alertou a socialista, para salientar, igualmente, na ocasião, “a falta de manutenção e de investimento em caminhos agrícolas que se encontram ao abandono”.
Conforme defendeu a candidata do PS/Açores, à margem de uma visita realizada a vários caminhos agrícolas e de um encontro com agricultores da freguesia de Santo António, “é preciso dar confiança ao sector” e trabalhar para que “a mudança de rumo aconteça no próximo dia 4 de Fevereiro”.
“Neste momento, temos um Governo de coligação que a única coisa que concretizou nos últimos três anos, conforme apontado pelas associações do sector, foi o fim dos rateios, mas, não é apenas desta forma que se assegura o rendimento dos agricultores. Não é apenas assim que se garante um efectivo futuro à agricultura açoriana”, defendeu.
Reforçando que o Partido Socialista não é contra o fim dos rateios, Patrícia Miranda reforçou que o que está verdadeiramente em causa é a “inércia e falta de estratégia deste Governo Regional”.
“A agricultura açoriana e os Açores precisam de um Governo que seja capaz de lhe dar futuro e esperança”, frisou a socialista, para ressalvar que a Região merece mais e melhor, tal como o sector agrícola que necessita de “um Governo que lhe garanta um efectivo futuro”.

Edit Template
Notícias Recentes
Plano de Saúde2030 aprovado pelo Governo “garante igualdade nos resultados da saúde”
Vilafranquense regressa às Festas de São João da Vila e forma a Marcha do Emigrante com representantes dos Estados Unidos, Canadá, Bermuda e Inglaterra
Novo hotel Hilton é de “vital importância para o desenvolvimento da notoriedade internacional dos Açores”, afirma Duarte Freitas
Azeite e papo-seco foram os produtos que mais aumentaram de preço nos Açores entre Junho de 2023 e Maio de 2024
“O ioga é uma jornada profunda de auto-conhecimento”, afirma a instrutora Carolina Lino
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores