Edit Template

Campeonato de Futebol dos Açores: Grupo Desportivo de São Roque com muitas movimentações

O interregno do Campeonato de Futebol dos Açores motivou, para já, algumas alterações nos plantéis de algumas equipas.

Uma das principais mudanças aconteceu no Desportivo de São Roque, com várias saídas e entradas.
O avançado Paulo César, de 32 anos de idade, transferiu-se do União Micaelense, estreando-se precisamente contra a ex-equipa ao ser utilizado durante 62 minutos na derrota caseira por 2-1.
João França, guarda-redes de 30 anos, que estava no Marítimo SC na época passada, regressou ao clube de São Roque, o mesmo acontecendo com o guarda redes Paulo Medeiros, de 24 anos, que ainda nesta temporada actuou no Marítimo da Graciosa.
Raul Carvalho, lateral esquerdo de 20 anos, ex-Olímpico do Montijo, da Primeira Divisão da AF Setúbal, e Gilbert Ishmeal, avançado de 24 anos, com 6 golos em 14 jogos, nesta época pelo Esperança de Lagos, da Primeira Divisão da AF Algarve, são as restantes entradas na equipa às ordens do treinador Manuel Jaime (Nelo).
A mais recente saída da equipa dos “amarelos” foi a do avançado Camilo Neto, que ingressou no SC Praiense. Anteriormente já tinham deixado o grupo o guarda-redes Mário Freitas, os avançados Jota e Rodrigo Simão e os médios Yusuf Nasir e Gonçalo Oliveira.

União Micaelense e Operário

O Operário e o União Micaelense reforçaram-se também.
A equipa da cidade da Lagoa fez voltar o influente avançado Lucas Reis, de 24 anos, que teve papel importante na equipa nos 13 jogos na segunda metade da temporada de 2021/22. Estava a jogar na AD Marco 09, contribuindo em 11 desafios para o sexto lugar do clube de Marco de Canavezes na série B do Campeonato de Portugal. Na época passada apontou 6 golos e fez duas assistências para golo no Desportivo de Rabo de Peixe.
O União Micaelense reforçou-se com o extremo luso-guineense Mada Pereira, de 24 anos, jogador do SC Lusitânia na época passada e até Dezembro passado. Esteve em 16 jogos na época 2022/23 na conquista do Campeonato de Futebol dos Açores e em 8 desafios na edição corrente do Campeonato de Portugal. Porém, desde 11 de Novembro que deixou de ser opção para o treinador Ricardo Pessoa.
Ainda para o União Micaelense chegou outro guineense. Íde Colubali, avançado de 30 anos, que estava no Mirandela, do Campeonato de Portugal. Jogou no União de Leiria, Boavista, Gondomar, Torreense, Sertanenense e esteve em 4 clubes estrangeiros. Na época passada foi nos italianos do Mazara Cálcio.
Em contrapartida, o Lusitânia reforçou-se com o médio de 22 anos Nani Freitas, que estava ao serviço do Vitória de Sernarche. Em 2020/21 jogou no GD Beira, de São Jorge.

Benfica Águia, Praiense e Guadalupe

O Benfica Águia, sob o comando do treinador José Armando Sá, inscreveu recentemente o guarda-redes Cristóvão Tavares, de 20 anos, ex-Águia dos Arrifes, e o médio Filipe Medeiros, ex-CD Santo António.
Para além de Neto, o SC Praiense adquiriu o médio de 21 anos Vilson, ex-GD Valpaços, o defesa Gonçalo Medeiros, ex-júnior do Lusitânia, com 19 anos, e o avançado de 23 anos Boris Kamwa, ex-Esperança de Lagos.
O Sporting de Guadalupe recebeu o defesa brasileiro de 31 anos Vinicius Cruz, ex-Torre de Moncorvo, e os avançados Djason Horta, de 20 anos, e Carlos Boaventura, de 21 anos, ambos ex-Tourizense.
Estas entradas colmataram as saídas dos avançados Toró (Amora, da Liga 3) e Nuno Amaral, do defesa Sávio Maciel e do médio Bubacar Sané.
Finalmente, o FC Urzelnenense assegurou o defesa central brasileiro de 31 anos, Otávio Cruz, vindo do Torre de Moncorvo.

Edit Template
Notícias Recentes
Plano de Saúde2030 aprovado pelo Governo “garante igualdade nos resultados da saúde”
Vilafranquense regressa às Festas de São João da Vila e forma a Marcha do Emigrante com representantes dos Estados Unidos, Canadá, Bermuda e Inglaterra
Novo hotel Hilton é de “vital importância para o desenvolvimento da notoriedade internacional dos Açores”, afirma Duarte Freitas
Azeite e papo-seco foram os produtos que mais aumentaram de preço nos Açores entre Junho de 2023 e Maio de 2024
“O ioga é uma jornada profunda de auto-conhecimento”, afirma a instrutora Carolina Lino
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores