Edit Template

Estrelas do bolso: OASA com novo almanaque astronómico

O Observatório Astronómico de Santana – Açores (OASA), irá lançar a edição de 2024 do seu o Almanaque Astronómico, na Fábrica de Chá Gorreana, sexta-feira, pelas 21h00, com a proposta de que qualquer pessoa pode aproveitar a beleza do céu nocturno mesmo sem um telescópio.
Este evento pretende também levar ao público uma experiência diferente, num espaço de referência regional, que irá contar com uma pequena apresentação do Almanaque, por parte da equipa do OASA.
Também estará presente a coordenadora da SPEA Açores – Centro Ambiental do Priolo, Azucena Martin, para dar a conhecer o projecto LIFE Natura@night, que tem o objetivo de consciencializar para o aumento da poluição luminosa e a protecção dos céus escuros. O serão terminará com um momento de convívio e uma pequena observação, caso as condições meteorológicas permitam.
“Estrelas de Bolso” é um manual gratuito que pretende ser intuitivo e acessível a todos os curiosos que queiram observar os astros a “olho nu”, mesmo aqueles sem qualquer conhecimento astronómico. Para além disto, apresenta as principais efemérides astronómicas para 2024 e um pequeno roteiro com os locais mais escuros e acessíveis para se observar os astros em São Miguel.
O lançamento do Almanaque faz parte do projecto “Um Céu Açoriano” e conta com o apoio da medida PRO-SCIENTIA “Apoio à edição de publicações científicas” através da Direcção Regional da Ciência e Tecnologia.

Edit Template
Notícias Recentes
Plano de Saúde2030 aprovado pelo Governo “garante igualdade nos resultados da saúde”
Vilafranquense regressa às Festas de São João da Vila e forma a Marcha do Emigrante com representantes dos Estados Unidos, Canadá, Bermuda e Inglaterra
Novo hotel Hilton é de “vital importância para o desenvolvimento da notoriedade internacional dos Açores”, afirma Duarte Freitas
Azeite e papo-seco foram os produtos que mais aumentaram de preço nos Açores entre Junho de 2023 e Maio de 2024
“O ioga é uma jornada profunda de auto-conhecimento”, afirma a instrutora Carolina Lino
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores