Edit Template

Depressão Hipólito com vento,chuva forte e trovoada está a provocar estragos nos Açores

O IPMA, Instituto Português do Mar e Atmosfera, emitiu ontem um comunicado onde alerta que a depressão Hipolito continuará a provocar um agravamento do estado do tempo em todo o Arquipélago, atingindo as ilhas de São Miguel e Santa Maria, depois de deixar um rasto de 17 ocorrências registadas na ilhas do grupo central do arquipélago.
Para as ilhas de São Miguel e Santa Maria está prevista para hoje precipitação, por vezes, forte, podendo ser acompanhada de trovoada.
Há alerta laranja para o vento que poderá ultrapassar os 100 quilómetros de rajada nas duas ilhas do Grupo Oriental do arquipélago.
O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda à população que verifique a validade dos seguros da sua casa e viatura e certifique-se que têm cobertura para fenómenos da natureza.
Pede para que consolidem os telhados que se corte ou pode as árvores próximas, que apresentem risco de queda.
No caso de árvores de grande porte ou que não sejam propriedade sua, deve informar os serviços da autarquia.
Alerta também para que as pessoas mantenham limpos os sistemas de drenagens, bem como os adjacentes à sua residência.
Caso tenha conhecimento de uma situação que possa provocar danos, alerte as autoridades competentes.
Guarde os objectos soltos do jardim e o caixote do lixo ou outros que possam ser projectados pelo vento. Um objecto, mesmo que leve, projectado por vento forte pode causar grandes prejuízos materiais e acidentes pessoais graves.
Feche bem portas, janelas e persianas e mantenha a sua viatura com o tanque de combustível cheio, “pois poderá ter que fazer, nas suas deslocações, percursos maiores por via de estradas interrompidas ou intransitáveis”.
Abrigue os animais, particularmente os domésticos, pois são extremamente sensíveis a temporais.
Dentro de casa, escolha um local seguro, afastado de portas e janelas, procurando não potenciar o risco.
Se verificar que existem infiltrações, barulhos estranhos ou fendas nas paredes, contacte as autoridades. Pode ter de abandonar a sua residência.
Se precisar sair de casa, desligue a electricidade, o gás e a água. Essa medida contribui para evitar acidentes nos seus bens e nas forças de segurança. Leve o seu Kit de emergência, poderá necessitar dele.
Se estiver fora de casa, procure abrigo, aguarde que o mau tempo passe.
Não circule sem necessidade. Pode atrapalhar a circulação das forças de segurança e colocar em risco a sua segurança, nomeadamente, cair em buracos ocultados por lençóis de água.
Em locais não pavimentados, redobre a sua atenção, pois as águas podem causar erosão dos solos, levando à queda de muros, taludes, postes, entre outros.
Ligue o rádio, fique atento às recomendações difundidas e não contribua para a divulgação de boatos.
Devido à forte agitação marítima que se prevê, reforce as amarrações da sua embarcação ou mude-a para local seguro.
Tenha especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas. Afaste-se de áreas baixas junto à costa.
Não pratique actividades relacionadas com o mar, nomeadamente, pesca desportiva, desportos náuticos, ou passeios à beira mar.

Edit Template
Notícias Recentes
FACE A FACE!… com Rui Carvalho e Melo
Francisco Matos: “Há modalidades nos Açores que formam campeões nacionais e que têm pouco apoio institucional na Região…”
Artista plástica Nina Medeiros expõe “Mau Feitio” no Convento de Santo António, na Lagoa
Jovens arquitectos denunciam numa exposição em Lisboa a urgência de proteger a lagoa das Sete Cidades da excessiva fertilização dos solos
Vila Franca do Campo vai ter Núcleo da Cáritas a partir do dia 2 de Março
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores